2016

2016

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

SYLVIA TELLES - O AMOR EM HI FI - 1960

Sylvia Telles nasceu em 27/08/1934, no Rio de Janeiro, cantora brasileira, foi uma das grandes intérpretes pioneiras da Bossa Nova. Segundo matéria publicada em “O Globo” e assinada por João Máximo: "Sylvinha foi uma das melhores intérpretes da moderna música brasileira, que estendia em canções com o cantor Dick Farney até as canções que Tom e Vinícius fizeram depois de Orfeu da Conceição".
 Em 1954, Billy Blanco, amigo da família, notou o talento de Sylvinha e apresentou-a a amigos músicos. Nas reuniões que eles organizavam, ela conheceu os grandes nomes do rádio da época, obtendo ajuda, no inicio de carreira, para se apresentar em boates e assim seguir a sua carreira profissional. Nessa época, conheceu seu primeiro namorado, o cantor e violonista João Gilberto, amigo de seu irmão.
 Em 1958, em reuniões no apartamento de Nara Leão, começou a ter contato com os músicos Ronaldo Boscoli, Carlos Lyra, Roberto Menescal, entre outros. Foi em show que ela realizou "Carlos Lyra, Sylvia Telles e os seus Bossa nova", que a expressão "Bossa Nova" foi divulgada pela primeira vez.
  
Sylvia Telles chegou a fazer turnês em outros países, tais como Estados Unidos, Suíça, França e Alemanha.  Em 1963, casou-se com o produtor musical Aloysio de Oliveira, separando-se no ano seguinte. Aos 32 anos de idade, Sylvia Telles morreu em um acidente de automóvel na rodovia Amaral Peixoto, na cidade de Maricá, em companhia de seu namorado.
  A maioria de seus discos está fora de catálogo, dificultando o seu conhecimento pelas gerações recentes. Nesta postagem apresentamos um belo disco recheado de grandes interpretações e com predominância de músicas de Antonio Carlos Jobim, denominado “Sylvia em Hi-Fi”, lançado em 1960, pela gravadora Philips, atual Universal, contendo as seguintes faixas:

1. Samba torto; 
2. All the way – The boy next door – They can’t take that away from me; 
3. Corcovado; 
4. Tetê; 
5. Se é tarde me perdoa; 
6. Chora tua tristeza; 
7. Dindi; 
8. Oba-la-la; 
9. Samba de uma nota só; 
10. Gardez moi pour toujours (por causa de você); 
11. Não gosto mais de mim.








Links:

Nenhum comentário:

Postar um comentário