2016

2016

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

LENO - BRASIL JOVEM GUARDA - 1991

O cantor, compositor e guitarrista  brasileiro Gileno Osório Wanderley de Azevedo, ou simplesmente Leno, nasceu em Natal / RN, no dia 25/04/1949

Iniciou sua trajetória musical no período do movimento Jovem Guarda. Após participar de alguns grupos, foi descoberto por produtores da gravadora CBS, atual Sony BMG e juntamente com a cantora Lilian Knapp, formou um dupla famosa “Leno & Lilian”, que teve vários sucessos, entre eles, as músicas Pobre Menina e Devolva-me.

A dupla teve muitos desentendimentos durante a sua curta existência, levando Leno a lançar alguns trabalhos solos, em 1968 e 1969. Nesse mesmo período compunha para diversos artistas da época, principalmente o grupo “Renato e Seus Blue Caps”.

Em 1971, se destacou com uma gravação, em 8 canais, que era inovação no Brasil, chamada “Vida e Obra de Johnny McCartney, que contou com a produção do até então desconhecido compositor baiano Raul Seixas e do cantor e compositor Luís Vagner, além da colaboração do letrista Arnaldo Brandão. Porém, na época foi lançado apenas em um compacto duplo com quatro canções do álbum, não sendo sucesso comercial. O álbum completo só viria a ser lançado no Brasil em 1995 e relançado nos Estados Unidos em 2008.

No ano de 1972, retomou a parceria com a cantora Lilian e voltara ao cenário musical. Porém a dupla tinha perdido o brilho de outrora. Em 1976, lança o disco “Meu Nome é Gileno”, contendo composições próprias, incluindo a regravação da música Grilo City, do disco de 1971 e regravações tais como Luar do Sertão (do poeta Catulo da Paixão Cearense) e Me Deixe Mudo (do compositor e músico experimentalista Walter Franco).

A partir dos anos 90, ficou na ativa lançando alguns discos pela própria gravadora “Natal Records” e participando da série de homenagens realizadas à Jovem Guarda, ao lado de ex-companheiros do movimento. (Fonte: wikipedia, 2011)

Nesta postagem, apresentamos um disco lançado em 1991 pela gravadora CBS, com o selo Columbia, intitulado “Brasil Jovem Guarda”, que era o volume 2 de uma série de onze discos chamada “Academia Brasileira de Música”. O disco é interessante pela interpretação do cantor e pela panorâmica de sucessos da época da Jovem Guarda. Também contou com a participação especial de Erasmo Carlos, Golden Boys, Trio Ternura e Renato e Seus Blue Caps. O disco contém as seguintes músicas:

1. É proibido fuma / Pega ladrão / Negro gato; 
2. Eu não sabia que você existia / Coração de papel; 
3. Tijolinho / Alguém na multidão / Pra nunca mais chorar; 
4. Custe o que custar / Sentado a beira do caminho; 
5. Foi assim / Te amo / Gatinha manhosa; 
6. Vem quente que estou fervendo / Veja se me esquece / Você fala demais; 
7. Parei na contra-mão / Rua Augusta; 
8. Primeira lágrima / A irmã do meu melhor amigo; 
9. A volta / Eu daria a minha vida / O caderninho; 
10. A festa dos meus quinze anos / A pobreza; 
11. Devolva-me / Só vou gostar de quem gosta de mim; 
12. Minha fama de mau / Terror dos namorados.












Um comentário:

  1. Meu caro Hedson LaPlaya, se possivel repostar este LENO 1991 - Brasil Jovem Guarda, eu ficaria muito satisfeito , visito o seu autentico Blog sempre que posso, agradeço infinitamente.

    ResponderExcluir