2016

2016

sábado, 15 de dezembro de 2012

MARCUS PITTER - 2 em 1 - CENAS DE CIÚME E MARCUS PITTER - 1973 e 1974


No final dos anos 1960, com o enfraquecimento do movimento Jovem Guarda, mas influenciado por ele,  surgiu o cantor Marcus Pitter (pseudônimo de Pedro Marcilio), nascido no Rio de Janeiro. Ele surgiu para o grande público em 1969, por meio do seu primeiro álbum “A Voz do Sucesso”, lançado pela gravadora Phonogram, com o selo Polydor. Desse disco destacaram-se as canções Pingos de Chuva, uma versão de Raindrops Keep Fallin’ on My Head, composta por Burt Bacharach e lançada pelo cantor americano B.J, Thomas, Você Partiu e Eu Fiquei Assim e O Que os Olhos Não Vêem  o Coração Não Sente.

Em 1970, emplacou um grande sucesso, A Ponte Rio Niterói e a balada Vou Voltar, versão de Yellow River, lançada pelo cantor Christie e banda. Nessa mesma década vieram outros sucessos, tais como Por Onde o Vento Faz a Curva, Ela é Casada, Se Meu Coração Falasse e a emblemática Eu Queria Ser Negro (balada de protesto contra o racismo), motivando o cantor a aparecer em diversos programas de auditório na televisão, incluindo com assiduidade o programa do Silvio Santos e do apresentador Chacrinha. 

Já nos anos 1980, com a queda do sucesso, se afastou dos microfones, porém manteve atividades como produtor e compositor no meio musical. Em 1987, retornou com um mix duplo, pela gravadora Continental, com bons arranjos e produção cuidadosa de Jairo Pires. Foram quatro músicas próprias, Feliz Com Quem Quiser, É Pra Valer, O Mundo é Uma Guerra e Meu Jeito de Ser. Entre os músicos que o acompanhou, com intervenções ajustadas, constavam o bom guitarrista Jaime Alem e o saxofonista Sérgio Cleto. Lamentavelmente, a partir dos anos 1990, seu nome foi caindo no esquecimento da mídia.

Infelizmente há poucas informações disponíveis em livros e internet sobre a carreira do cantor Marcus Pitter. Sabe-se que gravou vários discos pelas gravadoras Copacabana, CBS/EPIC, Phonogram/Polydor  e Continental, destacando-se a série “A Voz Do Sucesso”.

Nesta postagem, homenageamos o cantor e compartilhamos com uma compilação “2 em 1”, contendo os álbuns “Cenas de Ciúme – 1973” e “Marcus Pitter – 1974”, ambos lançados pela gravadora Phonogram, com o selo Polydor, que era destinado para os lançamentos mais populares. Em virtude do estado do material do primeiro disco, no que se refere a qualidade do áudio, algumas faixas deixam a desejar. As músicas dos álbuns são:

LP 1 – Cenas de Ciúme – 1973:

1. Cenas de ciúme; 2. Eu queria ser negro; 3. Quando o sol se esconder; 4. Playboy fracassado; 5. Mera ilusão; 6. Outro mundo; 7. Coração vagabundo; 8. Vou tirar o pé da lama; 9. Ela é casada; 10. Sai de baixo gente boa; 11. Chove lá fora; 12. No dia do seu aniversário; 13. Eu sou você; 14. Eu vou pra Barra.

LP 2 – Marcus Pitter – 1974:

15. Você precisa de um homem; 16. Se eu não fosse seu amigo; 17. Sem destino; 18. Morreremos amantes; 19. Preciso esquecer você depressa; 20. Te amo sim...te amo; 21. A escola; 22. Onde o vento faz a curva; 23. Me dá um dinheiro aí; 24. Busca; 25. A lua e a rosa; 26. Cabecinha no ombro.
































6 comentários:

  1. Puxa, maravilhosa postagem. Espero que venha outros discos do Marcus Pitter com a incrível qualidade desse blog e se possível com o formato 2 em 1. Valeu e obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Oi Williams
    Estou preparando outros volumes nesse mesmo formato. Vai demorar um pouco, mas virá.
    Obrigado pelo apoio ao blog.
    Hedson LaPlaya

    ResponderExcluir
  3. oi,obrigada por ter este espaço....assim podemos ler e saber sobre os nossos ídolos....
    adoro o Marcus Pitter....por onde ele anda?..ele ainda está neste planeta?....não consigo encontrar nada sobre ele,na atualidade....gostaria de ver uma foto recente,deste genial cantor e compositor....beijos no coração..... hanna beatriz..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hanna Beatriz
      Primeiramente obrigado pelo apoio ao blog.
      A última informação que eu obtive é que ele compunha para outros artistas e trocava mensagens com os fãs por meio do Facebook, mas além disso, não se sabe muita coisa a seu respeito.
      Logo postarei mais um volume neste formato 2 em 1. Aguarde...
      Hedson LaPlaya

      Excluir
  4. É uma pena que não temos como encontrar os Cds de um cantor como Marcus Pitter , um cantor genial um grande cara, más no mercado você encontra Cds de um bocado de Pseudos cantores. Professor Stanley Arruda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor Stanley
      obrigado pelo seu comentário muito pertinente. Infelizmente o cantor Marcus Pitter não teve a sorte de ter o seu trabalho lançado em Cds. Por isso procuramos resgatá-lo aqui no blog. Fique atento que futuramente compartilharemos o volume 2, sequencia desta postagem.
      Hedson LaPlaya

      Excluir