2016

2016

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

TONY ORLANDO e DAWN - CANDIDA - 1971

Nesta postagem apresentamos um grupo que fez muito sucesso no Brasil com a canção Cândida, tendo sido regravada em versão pela banda Os Fevers. Estou me referindo a Tony Orlando, e o grupo Dawn. Sua trajetória é curiosa.

O início da carreira musical de Tony Orlando ocorreu aos 17 anos, no ano de 1961, após cantar três músicas e chegar ao Hit Parade. Oito anos depois, como backing vocal de estúdio, passou a publicar canções para Blackwood Music, divisão da Columbia Records.

Por acaso, teve em suas mãos a canção Candida, que foi rejeitada por vários produtores e cantores. Inicialmente não pode gravar a música, devido o seu vínculo com o selo Blackwood Music. Por insistência do produtor Hank Medress, lançou a composição pela gravadora Sino Records, como se fosse uma banda e a denominou com “Dawn”, para camuflar a dublagem nos vocais, e assim dificultaria a percepção de que era Tony Orlando.

Os integrantes envolvidos nessa oportunidade que surgiu, ou poderíamos chamar de golpe de sorte, foram as cantoras Sharon Greane, Linda Jay Siegel e Toni Wine, que ajudou melhorar a letra da música. Os arranjos couberam a Norman Bergen. Como resultado final, a canção Candida chegou ao terceiro lugar da Billboard Hot 100 chart e no primeiro lugar na Cash Box Top 100. Em seguida, com uma nova banda gravou a música Knock Three Times, outro grande sucesso.

Considerando que não podia aparecer como Tony Orlando, a Sino Records entrou em pânico, pois precisava que fossem divulgadas as canções da banda Dawn. Em virtude disso, ele entrou em contato com as vocalistas Telma Hopkins e Joyce Vincent Wilson, que trabalharam na Motown Records, para representarem o grupo Dawn. A partir daí, passou a se apresentar com o nome artístico de Tony Orlando & Dawn.

Com o sucesso em crescimento sairam em turnês, com as canções Candida e Knock Three Times, chegando aos primeiros lugares no ano de 1971. Após viagens pela Europa, Telma e Joyce assumiram os vocais de estúdio, acrescentando, também, Pamela, irmã de Joyce. O primeiro single com as novas vozes foi Runaway/Happy Together, lançada em 1972.

No ano seguinte, lançaram o single Tie a Yellow Ribbon Round The Old Oak Tree, que também vendeu muito e virou o single mais bem sucedido do grupo. Na sequência gravaram Say Have Anybody Seen My Gypsy Sweet Pink, que assumiu o terceiro posto na Billboard Hot 100.

Em 1974, a emissora de televisão CBS deu um programa de variedades ao grupo, após o término do contrato de The Sonny and Cher Comedy Hour, ficando no ar até o ano de 1976.

Já em nova gravadora, a Elektra Records, continuaram a série de singles de sucessos, chegando ao Top 10 na Hot 100. Foi dessa época os hits He Not Love You (Like I Love You), remake da canção de Jerry Butler, He´ll Break Your Heart, e Cupid, cover da música de Sam Cooke.

Em 1991, cada um dos integrantes seguiu o seu caminho. Tony Orlando ainda faz turnês. Já as backing vocals Telma Hopkins e Joyce Vincent Wilson investiram na carreira de cantoras, com Telma dividindo tempo com trabalho de atriz. Em 2005 saiu um DVD com os maiores sucessos do grupo. No Natal daquele ano foi à primeira vez em que eles apareceram juntos num palco após 14 anos. Em 2009, Joyce uniu se a Scherrie Payne, que participou das Supremes.


Assim, para homenagear esse grupo, compartilhamos com os amigos do blog o álbum lançado no Brasil em 1971, pela gravadora EMI Odeon. Ouvindo esse disco é possível perceber porque obteve tanto sucesso. Em minha opinião, os grandes destaques desse disco são retratados pela boa seleção e produção realizadas, bem como pelas principais composições que tiveram grande apelo comercial, tais como Candida, Up on the roof, Knock three times e Carolina in my mind. As músicas desse álbum são as seguintes:

1. Candida;
2. Upo n the roof;
3. Country;
4. Look at;
5. Rainy day man;
6. What are you doing Sunday;
7. konock three times;
8. Carolina in my mind;
9. Let’s run away girl;
10. The love in your eyes;
11. Perhaps the joy of giving;
12. Home.



 Long Playing - Lp - Candida - Front - Edição EMI ODEON  - Brasil - 1971




  Long Playing - Lp - Candida - Back - Edição EMI ODEON  - Brasil - 1971




  Selo (label) Long Playing - Lp - Candida - Edição Brasil






Long Playing - Lp - Candida - Front - Edição Bell - USA




  Compacto - Cândida - Edição USA




  Compacto - Knock Three Times - Edição USA




  Compacto - Edição Label Bell - USA




 Compacto - Edição Label Flashback - USA



Tony Orlando e Dawn
Links:


3 comentários:

  1. Amigo Hedson, como vai ?!

    Espero que tudo bem

    Quero agradecer por sua participação lá no Space Monster, e dizer que eu simplesmente adorei seu blog, é um espetáculo, muito original.

    desejo longa vida e sucesso ao seu blog.

    Um abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Carlos
      obrigado pelas palavras.
      Como já disse anteriormente, sou fá de carteirinha, na primeira fila do seu blog. Recomendo a todos os amigos do blog LaPlayaMusic.
      Aproveito para lhe desejar um feliz natal e um 2014 melhor.
      Hedson Laplaya

      Excluir
  2. Hedson, poderia repostar esse album, tá tudo off, gosto muito do Tony Orlando
    e o meu disco meu irmão fez dele patim, só guardei a capa, foi presente de passar de ano de 1970 para 1971.

    abração aqui de Santos...

    Denys P.R.
    ===================

    ResponderExcluir