2017

2017

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FREDDIE DAVIS - SO LUCKY - 1972

Nesta postagem vamos resgatar uma música que fez muito sucesso em 1972, chegando nas paradas das rádios brasileiras. O mais curioso é que o seu intérprete fez sucesso em sua carreira, não como cantor, mas sim como ator comediante.

Estou me referindo a Freddie Davies. Ele nasceu em Brixton , Londres, em 1937. No início da Segunda Guerra Mundial, Davies foi evacuado para Seend em Wiltshire em seguida para a cidade de Torquay, em Devon e depois para Salford , Lancashire em 1941.

Depois de servir Serviço Nacional no Royal Army Corps Pagamento , Davies se tornou um comediante stand- up . Ele começou sua carreira em 1958 como um acampamento de férias Butlins entertainer.

Em 1964, Iniciou no circuito de cabaré, quando se tornou profissional , aparecendo em vários programas de televisão na década de 1960 , 70 e 80 , incluindo “Opportunity Knocks”, “Sunday Night” no London Palladium , “The Des O'Connor Show”, “The Tom Jones Show”, “The Bacharelado Show” e “Blackpool Night Out”. Ficou conhecido com Freddie e seus periquitos.

De 1968 a 1971, o cômico Buster da longa infantil britânica contou com uma tira de quadrinhos Freddie "Papagaio -Face" Davies, baseado nas aventuras de Freddie e seus "boodgies" (periquitos).

Em 1974 ele teve série de televisão das crianças ABBC , “The Small World of Samuel Tweet”. Mr. Tweet trabalhava em uma loja de animais em Chumpton Verde , aparecendo com muitos animais durante a série . Ele também apareceu em um comercial de televisão para "Trill, com o slogan, "Trill makes budgies bounce with health" .

Após um período em turnê nos EUA , voltou para o Reino Unido e começou a carreira de ator de televisão aparecendo em “Heartbeat”, ‘Casualty”, ‘Last of the Summer Wine”, “Preston Front” , duas séries de “Harbour Lights” (como George Blade), “Born and Bread”, “Sensitive Skin” e “My Family”.

Freddie atuou em filmes, incluindo “Funny Bones” e “Harry Potter and the Prisioner of Azkaban”, no ano de 2004. Ele atualmente vive em North Yorkshire, na Inglaterra e produziu um DVD local para o “Aberfeldy And District Gaelic Choir”.

Em dezembro de 2012 e janeiro 2013 Davies apareceu na BBC Two, no documentário “Blackpool: Big Night Out”, compartilhando suas experiências. O programa incluiu um antigo clipe da carreira de comediante de Freddie Davies, realizado em 31 de julho de 1966, no Teatro ABC, na cidade de Blackpool, com o seu personagem “Stuffed Caged Parrot”.

Além de ator, Freddie Davis também gravou álbuns e histórias para crianças de diversas crianças . Na versão de “The Last of Summer Wine”, o ator Bill Owen escreveu a letra de uma balada romântica chamada So Lucky, que Freddie gravou em 1972, em um compacto simples, juntamente com a canção Take good care of yourself, de Val Avon e Hal Shapiro. Esse disco foi um grande sucesso de vendagem no Brasil, nas Filipinas e na América do Sul, alcançando o Disco de Ouro no Brasil.

Sua discografia não se resumiu na canção So Lucky. Os primeiros registros relativos a gravações oficiais que encontramos sobre a carreira musical de Freddie Davis, ocorreu no período de 1959 a 1960, quando esteve no Brasil, gravando em um compacto simples, pela gravadora Young, as canções My search e You were mine (já postado neste blog).

Já na Inglaterra, sua primeira gravação ocorreu em 1967, pelo selo (label) Major Minor, com a gravação do compacto simples que continha as músicas Semolina e Sentimental songs. Gravou um total de seis compactos simples em vinyl e dois Long Playings – Lps.

Assim compartilhamos esse compacto simples que fez muito sucesso no Brasil, lançado em 1972, pela gravadora Continental Discos, com o selo Pye Records. As músicas desse disco eram as seguintes:

Lado A:
1- So Lucky

Lado B:
Take good care of yourself.




















Links:

sábado, 28 de dezembro de 2013

LOS 5 LATINOS - COM LUCIO MILENA E SUA ORQUESTRA - DOCES 16 ANOS - 1960

Los Cinco Latinos é um grupo vocal-instrumental da Argentina, formado em 1957. Considerado por muitos como o grupo vocal latino mais famoso de todos os tempos, sendo um pioneiros do rock latino e no estilo “Doo wop” dos The Platters.

É liderada por uma mulher, Estela Raval, algo incomum na época de sua origem, e seu marido, o trompetista Ricardo Romero, junto com Hector Buonsanti, Mariano e Francisco Jorge Crisiglione Pataro, este último substituído em 1960 por Carlos Antimori.

Em 1957, eles gravaram seu primeiro single com a Columbia, chamado Young Love (Abrir as janelas) e em 1958 seu primeiro álbum, intitulado “Wonderful, Wonderful”, lançado pela gravadora Columbia, acompanhado pela orquestra de Waldo de los Rios, tendo como grande sucesso a canção Recordándote, que alcançou o segundo lugar no ranking da Discomania Mundo, programa transmitido para toda a América (WRUL Nova York), Young Love e a famosa Only You (Só você).

Imediatamente o grupo alcançou sucesso internacional, sendo mantida por muitos anos. Eles fizeram shows ao redor do mundo, se apresentaram no famoso programa de Ed Sullivan Show, onde dividiram o palco com o espetacular The Platters. Seu maior hit foi Ballad of a trombeta.

No início de 1959, eles lançaram seu segundo álbum intitulado "You Tell Me", lançado pela gravadora Columbia. Foi escolhido como o primeiro tema rock roll composto por autores sul-americanos, tornando-se sucesso internacional. Naquele mesmo ano, fez sua primeira turnê internacional para o Uruguai, Chile, Colômbia, Equador, Venezuela, México (onde permaneceram por seis meses), Costa Rica e Porto Rico. Na Venezuela teve seu próprio show. No México ficou em primeiro lugar durante quatro meses, como figuras centrais do então famoso programa de televisão “Siempre en Domingo”, liderada por Raul Velazco.

Em 1960, o grupo foi para a Espanha onde a sua chegada foi um evento nacional, aparecendo no Parque Flórida. Eles viajaram por todo o país por um ano e meio, incluindo uma performance histórica conjunta com o The Platters, no dia 29/junho/1960, na praça de touros em Valência, diante 35.000 pessoas.

Em 1961, Los 5 Latinos apareceu no Olympia de Paris com Gilbert Becaud, sendo assistido por artistas no público, como Judy Garland, Charles Aznavour e Édith Piaf. A turnê continua por Portugal, Italia, Grécia, Egito, Israel, Líbano Inglaterra e novamente na Espanha para atuar ao lado de Frank Sinatra, em um programa especial do Festival.

Depois de viajar por toda a Europa, o grupo foi para a América, visitando a Los Angeles, San Francisco, Hollywood e Las Vegas.
Em 1969, ainda no auge do sucesso foi anunciado a dissolução da banda e o lançamento da carreira solo da cantora Estela Raval. A despedida foi realizado no luxuoso Hotel Hermitage, de Mar del Plata, fechando o desempenho com uma entrega inesquecível e embalada de You Are My Destiny, que Estela Raval não pude deixar de chorar, a ponto de não conseguir cantar. Após a separação, Estela Raval desenvolveu uma carreira solo, acompanhada por seu marido, Ricardo Romero, mas sem alcançar o reconhecimento que recebeu na banda. O outro integrante, Mariano Crisiglione criou seu próprio ensemble vocal, Charles Antinori fundou sua própria orquestra e Buonsanti Hector se dedicou a arranjos de sons.

Em 1982, os organizadores da Copa do Mundo, conseguiram que o grupo Los 5 Latinos se reunissem novamente, algo que eles concordaram em fazer sob o nome "Estela Raval y Los Cinco Latinos", com os mesmos membros que compunham do grupo entre 1961-1970, com exceção do buonsanti Hector, que foi substituído por Augusto Granatta. O regresso da "Estela Raval y Los Cinco Latinos" foi finalizado em 30/junho, em um show chamado "A reunião dos 5 Latinos", no mesmo local onde foram realizadas na Espanha, pela primeira vez em 1960, "O Parque Flórida” . O concerto foi um dos eventos mais significativos durante as celebrações do Mundo.

Em seguida, realizou-se uma turnê europeia e posteriormente incluiu Porto Rico, Venezuela, República Dominicana e Cuba. Na República Democrática do Congo realizaram quatro espetáculos no teatro Karl Marx (ex Tropicana), de Havana, que mais tarde foi lançado em um álbum.


Nos anos seguintes, Los 5 Latinos continuaram a realizar shows pela América e Europa, incluindo apresentações ao lado de Alberto Cortez e Paloma San Basilio, gravando mais alguns álbuns. Em sua carreira, como “5 Latinos” gravaram 22 álbuns e como “Estela Raval & Los Cinco Latinos” mais 19 discos.

Fonte: Wikipedia, nov/2013

O álbum escolhido para esta postagem é o "Doces 16 Anos", lançado no Brasil, em 1960, pela gravadora Columbia. As músicas que compõem o disco são as seguintes:

1. Te dire (Ti diró);
2. Tiempo tormentoso (Stormy Weather);
3. Pequeña flor (Petite fleur);
4. Tu eres mi destino (You are my destiny);
5. Las hojas muertas (Les feuilles mortes);
6. Naciste tarde (Born too late);
7. Solamente tu (Only you - And you alone) - com Frankie e seu conjunto;
8. Los dulces 16 años (Heartaches at sweet sixteen);
9. Hay humo en tu ojos (Smoke gets in your eyes);
10 Mi madre querida (My Yiddishe mamme);
11. Yo creo (I believe);
12. Hymno al amor (Hymne à l'amour);
13. Que bonito amor;
14. Mi oracion (My prayer)












terça-feira, 24 de dezembro de 2013

CARAVELLI - VOYAGE MUSICAL AVEC ET SES VIOLINS MAGIQUES - 1966

Aprecio muito os primeiros álbuns lançados pela Orquestra Caravelli. Não sei se é pelos arranjos ou pelas músicas das épocas dos anos 1960 e 1970. 

Para conferir, postamos mais um disco dessa época, lançado no Brasil em 1966, pela gravadora CBS. Destaco a qualidade dos arranjos em cordas e a seleção musical. Veja mais informações a respeito da orquestra nas Postagens Anteriores.

As músicas do disco são as seguintes:

1. Aline;
2. Shame and scandal in family;
3. Long live love;
4. Le ciel, le soleil et la mer;
5. Michelle;
6. chez nous;
7. Capri, c'est fini;
8. Yesterday;
9. Mes mains sur tes hanches;
10. Les Marionnetes;
11. Merci cherie;
12. Dio come ti amo











Links:

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

SWEET SONGS - VOLUME 2 - FICOU NA SAUDADE - COLETÂNEA INTERNACIONAL - 1988

Há algum tempo atrás, por acaso, obtive um disco de coletânea que, por incrível que pareça, aprecio muito. Talvez seja pela salada musical de estilos e de músicas lançadas em anos diferentes. 

A coletânea se chama "Sweet Songs 2 - Ficou na Saudade" e foi lançado em 1988, pela Acervo Discos em parceria com a gravadora EMI-Odeon. As músicas constantes no disco são todas do catálogo da EMI-Odeon. Há grandes destaques que ressalto, tais como San Francisco nights, interpretado pelo cantor alemão Harpo, For you, da banda progressiva alemã Triumvirat, a clássica The house of the rising, com The Animals, o grupo vocal The Lettermen com a bela Love, Daydream, do Wallace Collection e a incrível interpretação de Johnny Rivers para a canção When a man loves a woman

Vale a pena ouvir e relembrar esses grandes sucessos em sua respectiva época. As músicas do disco são:

1. Don't let me down - The Hollies (1973);
2. Angel in blue - The J. Geils Band (1981);
3. San Francisco nights - Harpo (1977);
4. For you - Triumvirat (1978);
5. True - Spandau Ballet (1983);
6. Self pity - Lucifer (1977);
7. Love me like a stranger - The Lettermen (1978);
8. The house of the rising - The Animals (1964);
9. When a man loves a woman - Johnny Rivers (1967);
10. The air that I breathe - The Hollies (1974);
11. Crimson and clover - Tommy James (1968);
12. Love - The Lettermen (1978);
13. Bette Davis eyes - Kim Carnes (1981);
14. don't let it die - Hurricane Smith (1972);
15. To sir with love - Lulu (1979);
16. Daydream - Wallace Collection (1969);
17. Angel in the morning - Juice Newton (1981).









Links:


domingo, 22 de dezembro de 2013

LAFAYETTE - EM RITMO DE BAILE - 1980

A cada dia que passa fico mais impressionado com a quantidade de álbuns que o instrumentista Lafayette lançou em sua carreira, no formato Long Playing - LP (Vinyl) e que não tiveram a mesma reciprocidade de lançamentos no formato em Compact Disc - CD. Veja as nossas Postagens Anteriores de Lafayette.

Desta vez, obtive uma coletânea, denominada "Em Ritmo de Baile", lançada provavelmente em 1980, pela gravadora CBS, no selo (label) Veleiro, diferente dos lançamentos anteriores, que tinham sido lançados pelo selo Entré. As músicas desse disco já são de conhecimento dos fãs e colecionadores, no entanto, resolvemos postá-lo como registro. As músicas que compõem o álbum são as seguintes:

1. Quero que vá tudo pro inferno;
2. Black is black;
3. Ana;
4. Lady Laura;
5. Feche os olhos (all my loving);
6. Mrs. Robinson;
7. Você vai ser o meu escândalo;
8. Only you;
9. Deixe o tempo passar;
10. Vem me ajudar (Help get me some help);
11. Á janela
12. Hey girl.











Links:

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

MAURICE MONTHIER E SUA GRANDE ORQUESTRA - VOLUME 4 - 1971

Lentamente estou retornando ao blog. O lado profissional não tem me permitido estar a disposição do blog da forma como gostaria. Infelizmente, tenho que pagar os três meses e meio de imposto que o governo me me lesa, para não mencionar outra outra coisa pior. 

Mas vamos curtir algo que nos faz bem, a música. Nesse espaço de tempo, adquiri mais uma raridade do maestro Carlos Monteiro de Souza, utilizando o pseudônimo "Maurice Monthier e Sua Grande Orquestra". Trata-se do Volume 4, lançado no Brasil em 1971, pela gravadora Odeon, com o selo (label) London. O material gráfico desse álbum que obtive estava em péssimas condições. Gastei um tempo para recuperá-lo. Já a parte do áudio estava em condição satisfatória. Vale pela raridade. Veja também as Postagens Anteriores. As músicas que compõem o disco são as seguintes:

1. Theme from Love Story;
2. Festa par um rei negro;
3. La Lontananza;
4. Darling Lili;
5. My sweet lord;
6. Nikki;
7. Amanda;
8. Na tonga da mironga do kabuletê;
9. Com quale amore, con quanto amore;
10. Prá começo de assunto;
11. Candida;
12. Lonely days.











 Links:

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

HENRY JEROME E SUA ORQUESTRA - METAIS EM BRASA - VOLUME 4 - 1981

Depois de uma longa ausência no blog, devido a compromissos profissionais, retornamos apresentando mais uma obra da orquestra de Henry Jerome. Desta vez, compartilhamos o Volume 4, intitulado "Metais em Brasa", lançado no Brasil em 1981, pela gravadora Warner Music, com o selo (label) MCA Coral. Para conhecer mais detalhes sobre essa orquestra, veja as Postagens Anteriores, principalmente a primeira realizada no dia 07/janeiro/2013.

O álbum é composto, em sua totalidade, por uma seleção de músicas clássicas americanas e contém as seguintes canções:

1. Stardust;
2. St. Louis blues boogie;
3. Melody of  love;
4. Dont't be that way
5. Medley: I'll be with you in apple blossom / Time-stars fell on Alabama;
6. Tiger rag;
7. Sunrise serenade;
8. Green eyes (Aquellos ojos verdes);
9. Medley: Body and soul / Shophisticated lady;
10. Undecided;
11. Don't get around much anymore;
12. Hawaiian war chant.












Links:

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

TONY ORLANDO e DAWN - CANDIDA - 1971

Nesta postagem apresentamos um grupo que fez muito sucesso no Brasil com a canção Cândida, tendo sido regravada em versão pela banda Os Fevers. Estou me referindo a Tony Orlando, e o grupo Dawn. Sua trajetória é curiosa.

O início da carreira musical de Tony Orlando ocorreu aos 17 anos, no ano de 1961, após cantar três músicas e chegar ao Hit Parade. Oito anos depois, como backing vocal de estúdio, passou a publicar canções para Blackwood Music, divisão da Columbia Records.

Por acaso, teve em suas mãos a canção Candida, que foi rejeitada por vários produtores e cantores. Inicialmente não pode gravar a música, devido o seu vínculo com o selo Blackwood Music. Por insistência do produtor Hank Medress, lançou a composição pela gravadora Sino Records, como se fosse uma banda e a denominou com “Dawn”, para camuflar a dublagem nos vocais, e assim dificultaria a percepção de que era Tony Orlando.

Os integrantes envolvidos nessa oportunidade que surgiu, ou poderíamos chamar de golpe de sorte, foram as cantoras Sharon Greane, Linda Jay Siegel e Toni Wine, que ajudou melhorar a letra da música. Os arranjos couberam a Norman Bergen. Como resultado final, a canção Candida chegou ao terceiro lugar da Billboard Hot 100 chart e no primeiro lugar na Cash Box Top 100. Em seguida, com uma nova banda gravou a música Knock Three Times, outro grande sucesso.

Considerando que não podia aparecer como Tony Orlando, a Sino Records entrou em pânico, pois precisava que fossem divulgadas as canções da banda Dawn. Em virtude disso, ele entrou em contato com as vocalistas Telma Hopkins e Joyce Vincent Wilson, que trabalharam na Motown Records, para representarem o grupo Dawn. A partir daí, passou a se apresentar com o nome artístico de Tony Orlando & Dawn.

Com o sucesso em crescimento sairam em turnês, com as canções Candida e Knock Three Times, chegando aos primeiros lugares no ano de 1971. Após viagens pela Europa, Telma e Joyce assumiram os vocais de estúdio, acrescentando, também, Pamela, irmã de Joyce. O primeiro single com as novas vozes foi Runaway/Happy Together, lançada em 1972.

No ano seguinte, lançaram o single Tie a Yellow Ribbon Round The Old Oak Tree, que também vendeu muito e virou o single mais bem sucedido do grupo. Na sequência gravaram Say Have Anybody Seen My Gypsy Sweet Pink, que assumiu o terceiro posto na Billboard Hot 100.

Em 1974, a emissora de televisão CBS deu um programa de variedades ao grupo, após o término do contrato de The Sonny and Cher Comedy Hour, ficando no ar até o ano de 1976.

Já em nova gravadora, a Elektra Records, continuaram a série de singles de sucessos, chegando ao Top 10 na Hot 100. Foi dessa época os hits He Not Love You (Like I Love You), remake da canção de Jerry Butler, He´ll Break Your Heart, e Cupid, cover da música de Sam Cooke.

Em 1991, cada um dos integrantes seguiu o seu caminho. Tony Orlando ainda faz turnês. Já as backing vocals Telma Hopkins e Joyce Vincent Wilson investiram na carreira de cantoras, com Telma dividindo tempo com trabalho de atriz. Em 2005 saiu um DVD com os maiores sucessos do grupo. No Natal daquele ano foi à primeira vez em que eles apareceram juntos num palco após 14 anos. Em 2009, Joyce uniu se a Scherrie Payne, que participou das Supremes.


Assim, para homenagear esse grupo, compartilhamos com os amigos do blog o álbum lançado no Brasil em 1971, pela gravadora EMI Odeon. Ouvindo esse disco é possível perceber porque obteve tanto sucesso. Em minha opinião, os grandes destaques desse disco são retratados pela boa seleção e produção realizadas, bem como pelas principais composições que tiveram grande apelo comercial, tais como Candida, Up on the roof, Knock three times e Carolina in my mind. As músicas desse álbum são as seguintes:

1. Candida;
2. Upo n the roof;
3. Country;
4. Look at;
5. Rainy day man;
6. What are you doing Sunday;
7. konock three times;
8. Carolina in my mind;
9. Let’s run away girl;
10. The love in your eyes;
11. Perhaps the joy of giving;
12. Home.



 Long Playing - Lp - Candida - Front - Edição EMI ODEON  - Brasil - 1971




  Long Playing - Lp - Candida - Back - Edição EMI ODEON  - Brasil - 1971




  Selo (label) Long Playing - Lp - Candida - Edição Brasil






Long Playing - Lp - Candida - Front - Edição Bell - USA




  Compacto - Cândida - Edição USA




  Compacto - Knock Three Times - Edição USA




  Compacto - Edição Label Bell - USA




 Compacto - Edição Label Flashback - USA



Tony Orlando e Dawn
Links: