2016

2016

sábado, 10 de maio de 2014

JAIR RODRIGUES - ANTOLOGIA DA SERESTA - 1979 E TALENTO E BOSSA - 1970

A música brasileira está mais triste. Morre, aos 75 anos, vítima de infarto agudo do miocárdio, o cantor Jair Rodrigues, o grande intérprete  de Deixa isso prá lá, Tristeza Disparada. Não há muito o que escrever. Fica a nossa homenagem pela sua contribuição a música brasileira e ao samba.


Jair Rodrigues nasceu na cidade de Igarapava, São Paulo, no dia 06/fevereiro/1939 e morreu na cidade de Cotia, no dia 08/maio/2014. Na infância, cantava música religiosa em igreja. Antes de ingressar na vida artística, trabalhou como engraxate, mecânico, servente de pedreiro e ajudante de alfaiate. Em 1958, participou pela primeira vez de um programa de calouros, em São Carlos (SP). 

Em seguida, mudou-se para a capital paulista, onde trabalhou na alfaiataria Primor. Seu sucesso na carreira artística iniciou a partir de sua participação com Elis Regina, no programa "O Fino da Bossa". Seu filho Jairzinho também ingressou na vida artística, tendo participado, na década de 1980, do programa infantil da TV Globo "Balão mágico", iniciando, mais tarde, uma bem-sucedida carreira como cantor, já na virada da década de 1990 para o ano 2000.

Infelizmente não tenho material próprio do cantor, em condições para postar. Mas aproveito e replico material que encontrei nos blogs amigos. O primeiro álbum é "Antologia da Seresta, que foi postado pelo blog Bau de Long Playinglançado em 1979, pela gravadora Polygram, com o selo Philips. O outro é um material preparado pelo blog Sintonia Musikal, intitulado "Talento e Bossa de Jair Rodrigues - Tributo Póstumo".

As músicas que compões o disco "Antologia da Seresta" são as seguintes: 

1. Boa noite amor;
2. Três lágrimas / Chuá, chuá / Malandrinha;
3. Lábios que beijei;
4. Última inspiração;
5. A voz do violão;
6. Gente humilde;
7. Eu sonhei que tu estavas tão linda;
8. A última estrofe / Maria Betânia / Minha casa;
9. Chão de estrelas;
10. Patativa;
11. Número um;
12. Ave Maria.








Já o álbum "Talento e Bossa de Jair Rodrigues - Tributo Póstumo", postado no blog Sintonia Musika, foi lançado em 1970, pela Companhia Brasileira  de Discos, que viria a ser a Polygram e  contém as seguintes canções:


01 - Leão de coleira
02 - Alô madrugada
03 - Mundo velho
04 - O morro acordou
05 - Perdoe meu amor
06 - O garimpeiro
07 - Pra lá e pra cá / Último pau de arara
08 - Irmãos Coragem
09 - Versos pra Teresa
10 - Berekete
11 - Isabel
12 - Tá chegando fevereiro
13 - Minha roupa















Links:

Nenhum comentário:

Postar um comentário