2017

2017

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

OTTO CESANA - ECSTASY - 1955

O compositor e arranjador Otto Cesana nasceu em 07/julho/1899, em Brescia, na Lombardia, Italia e morreu em 01/dezembro/1980, na cidade de Bronx County, nos EUA.

Era mais membro da enorme comunidade italiana de San Francisco. Em seu auge causou muita controvérsia pelo seu estilo, que nem era jazz e nem tampouco clássico puro.

Apesar do especialista musical Leonard Feather, tê-lo incluído como estilista em jazz, principalmente pelo seu arranjo na canção Symphony Jazz, ele ainda não se enquadrava nesse estilo, pois não era comum realizar improvisações em suas músicas, característica peculiar para o jazz.

O que se destacava nos arranjos de Otto Cesana era a justamente a influência da música clássica, que associava esse refinamento com a facilidade da leveza de audição de suas músicas, com predominância de cordas.

Otto Cesana iniciou seus estudos musicais em 1909, aprendendo rapidamente órgão, teoria musical, composição, orquestração e harmonia. Realizou composições e arranjos para as rádios da época, bem como para os estúdios de Hollywood.

Começou a estrear suas obras originais no início dos anos 1940, em locais de prestígio, como a Câmara Municipal de Nova York. Contratado pela gravadora Columbia, juntamente com Ray Conniff.

Em 1941, realizou um concerto de jazz no “Town Hall”, de Nova York, com sua orquestra apresentando um programa musical original. No seu repertório, constam seis sinfonias, quatro ouvertures, numerosas suítes, concertos para vários instrumentos, inclusive piano, clarinete, trompete e trombone, bem como muitas pequenas peças, sonatas, trios e muitas canções.

Ao profundo interesse de Cesana pela música e pela teoria musical, podem ser atribuídos seus quatro livros, “Modern Harmony”, “Dance Arranging”, “Modern Counterpoint” e “Voicing the Modern Dance Orchestras”.

O álbum desta postagem, intitulado “Ecstasy”, lançado nos Estados Unidos, em 1955, pela gravadora Columbia, também foi lançado no Brasil, pelo selo CBS. A seleção do disco é composta pelas seguintes canções:

1. Ecstasy;
2. Let’s beguine;
3. Enchantment;
4. Yester-thoughts;
5. Starlights;
6. Autumn song;
7. Symphony in jazz;
8. Mine at last;
9. Hey professor;
10. Devotion;
11. Night train;
12. My beloved;
13. Marionette;
14. Reflection;
15. Whirlwind.













 Selo (Label) Edição Brasil



Selo (Label) Edição USA
Links:







Um comentário:

  1. Amigo Hedson,
    Preferindo ao estilo jazzistico de - Expósito - ...
    aproveito para desejar: Boas Festas a TODOS do Blog;
    Grato! AM

    ResponderExcluir