2016

2016

sexta-feira, 29 de julho de 2016

JAZZ SWINGS POP - 2015

Há tempos tenho um hábito de compilar material para gravar em um cd e depois ouví-lo no carro. Isso vem desde os tempos da fita k7 e se tornou um hobbie

Como já postei algumas compilações anteriores, resolvi incluir a última realizada, que desta vez trata-se de uma seleção de músicas mais pop, porém em versões de jazz.

Para muitos puristas do jazz, converter uma musica comercial em estilo jazz é um sacrilégio. Eu não entendo desta forma, pois sempre estou aberto a ouvir novas versões de musicas boas. Por sinal, você verá que fizeram excelentes releituras dessas musicas. Ouça-as e aprecie sem moderação....

As canções e respectivos interpretes desta compilação são as seguintes:

1. Hang on sloopy (Quincy Jones);
2. Sunny (Les McCann);
3. Knock on wood (Willie Bobo);
4. California dreaming (Wes Montogomery);
5. Yesterday (Count Basie & Orchestra: feat Bill Henderson);
6. Daydream (The Amber Rock Association);
7. Light my fire (Woody Herman & His Thundering Herd);
8. Soulful strut (Horst Jankovski);
9. Ode to Billy Joe (Oscar Peterson);
10. Can't buy me love (Rita Reis);
11. She loves you (Mark Murphy);
12. Satisfaction (Gary McFarland);
13. This guy in love with you (Jimmy Smith);
14. Up, up and away (Jim Hall);
15. Ob-la-di, Ob-la-da (Paul Desmond);
16. Blowin' in the winds (Stan Getz);
17. Spinning wheel (Chet Baker);
18. MacArthur park (Kurt Edelhagen & Orchestra);
19. I put a spell on you (Nina Simone);
20. Moon river (Sarah Vaughn);
21. Cinema paradiso (Hamilton de Holanda).













Links:




THE JOVENS - 2001 - REPOST

A pedido do amigo Daniel, estamos repostando o álbum "The Jovens", lançado pela gravadora Sky Music Blue.

Na época que comprei esse disco The Jovens, pensei que o mesmo era de uma dupla homônima dos anos 1960, chamada "Os Jovens", que tinha retornado e regravado canções da Jovem Guarda. Entretanto, após ouvi-lo descobri o meu engano. Não tinha nada a ver. Porém, para minha surpresa, gostei do resultado do trabalho apresentado e espero que os amigos do blog também apreciem.

A releitura moderna das canções da Jovem Guarda me cativou. Ao pesquisar sobre o material, verifiquei que havia pouca informação disponível na internet. Lá encontrei um vídeo no YouTube e nada mais. Só sei que The Jovens foi uma iniciativa de dois radialistas gaúchos da Rádio Brasil 2000, chamados Tatola e Maia (vocais), juntamente com Marção (baixo), Wecko (guitarra) e Jacaré (bateria). 

Esse raro disco foi lançado em 2001, pela Sky Music Blue, em parceria com a RDS Fonográfica, com produção de executiva de Zé Luiz (Crazy) e direção artística de Sandro Vieira. Contém as seguintes canções:

1. Pobre menina;
2. Ritmo da chuva;
3. Doce de coco;
4. Bikini de bolinha amarelinha;
5. Menina linda;
6. Doce, doce amor;
7. Professor apaixonado;
8. Estou feliz;
9. Fama de mal;
10. Eu tenho um amor melhor que o seu;
11. Eu daria a minha vida;


12. Última canção.













Links:




quarta-feira, 27 de julho de 2016

KINGSLEY LOOKER - ONE MOMENT IN TIME - 1997

Nesta postagem, apresentamos Kingsley Looker, que além de pianista é também surfista profissional e empresário. Como surfista esteve entre os 16 Top do ranking mundial.

Atualmente sua principal atividade é no ramo imobiliário, vendendo imóveis nas praias do norte dos EUA, obtendo destaque do Instituto de Imóveis NSW, como o agente do ano de 2011.

O álbum que apresentamos se chama “One Moment in Time”, lançado no Brasil em 1997, pela Top Tape e Universal, onde se destacam várias interpretações em piano, nas canções Love’s theme, Classical gas e We’re all alone.

O disco é composto pelas seguintes músicas:

1. Dance with wolves;
2. One moment in time;
3. Love’s theme;
4. Ice castles theme;
5. Everything I do;
6. Classical gas;
7. Lady in red;
8. I dreamed a dream;
9. Nothing’s gonna change / My love for you;
10. Memories of venice;
11. We’re all alone;
12. Claudia’s theme;
13. All of you;
14. Lisa’s song;
15. Name of the game;
16. Send in the clowns.













Links:


REMIXOU? DANÇOU - VÁRIOS NACIONAL - 1987 - REPOST

Este album chegou em minhas mãos apenas por uma única música, Loucas Horas, de Guilherme Arantes, cantor que aprecio e que considero como um dos grandes compositores da música brasileira.

Trata-se de um raro álbum de remixes do pop nacional, realizado pelo DJ Ippocratis (Grego), lançado em 1987, pela gravadora CBS, com o selo Epic. Os meus destaques são para as músicas  Loucas Horas, de Guilherme Arantes e Metralhar e Não Morrer da banda Tokyo (leia-se Suppla).  

Infelizmente ainda não consegui um material gráfico de melhor qualidade. O disco contém as seguintes músicas;

1. Mensagem de amor (Leo Jaime);
2. Loucas horas (Guilherme Arantes);
3. Metralhar e não morrer (Tokyo);
4. Nada mudou (Leo Jaime);
5. Si si no no (João Bosco);
6. Livre pra viver (Cláudio Zoli);
7. Sebastian boys rap (Pepeu e Mike);
8. Seu balanço (Guilherme Arantes).
















Links:




sábado, 9 de julho de 2016

DANIELLE LICARI - CONCERTINO POUR DEUX VOIX - 1982 - REPOST

Após um longo tempo afastado, por motivos de trabalho e desânimo pela situação do país, retorno com a repostagem da espetacular vocalista francesa Danielle Licari,  que ficou conhecida pela sua voz, realizando solos dos instrumentos nas orquestras Saint Preux, Ennio Morricone e Paul Mauriat.

O álbum dessa postagem é intitulado “Concertino Pour Deux Voix”. Foi lançado no Brasil e Japão em 1982, pela gravadora AMC e contém as seguintes músicas:

1. Concertino pour deux voix;
2. Piano romantique;
3. La legende de la Lorelei;
4. Paris ballade;
5. Nostalgy;
6. Concerto pour une voix;
7. Ballade pour Adeline;
8. Aria pour cordes vocals;
9. Dreaming melody;
10. Reverie orientale;
11. Reine de Saba;
12. Ete 42.

Em uma das atualizações de links, incluimos para apreciação dos amigos do blog, mais seis canções bônus, a seguir listadas;

13. Concerto p/ Tchaikovsky;
14. Concerto po elle;
15. La mer;
16. Love story;
17. Ne me quite pas;
18. Yesterday.






A todos que sempre tem prestigiado o blog, o meu muito obrigado.