2016

2016

domingo, 7 de maio de 2017

OS MAIAS - TRILHA SONORA - 2000

No dia 20/julho/2011, realizamos a nossa primeira postagem no blog LaPlayaMusic. Para iniciar o blog escolhi um álbum que sempre me acompanha nas minhas viagens rodoviárias que realizo a trabalho. 

É um disco da trilha sonora de uma série lançada pela Rede Globo de Televisão, cujo tema foi adaptado do livro, intitulado "Os Maias", obra do português Eça de Queiroz, que considero um dos maiores escritores do mundo.

Considero esta adaptação como a melhor que já foi realizada para a televisão e cinema. A responsável por esse trabalho foi a escritora e produtora Maria Adelaide Amaral, com as colaborações de João Emmanuel Carneiro e Vicente Villari. A direção ficou por conta de Emilio di Biasi e Del Rangel, sob a direção geral de Luiz Fernando Carvalho.

Para mim, o que se destaca nesse trabalho foi a fidelidade do texto original, a capacidade do elenco de atores, a fotografia e o cuidado em manter fiel a iluminação da época. Recomendo muito para quem gosta de um enredo e filmagem de qualidade e esmero. Vale a pena.

Para complementar a qualidade da filmagem, o maior destaque de todos os atributos, sem dúvida nenhuma, é a trilha sonora, cuja direção foi de Hélio Costa Manso. A seleção das músicas e intérpretes deu o toque final para a obra. 

Se você ouvir a trilha sonora sem assistir a filmagem não dá a dimensão qualitativa esperada. Entretanto, quando se assiste e depois se ouve o disco você terá outro juízo de valor.

O diretor foi muito feliz na escolha dos intérpretes e compositores, enfatizando a participação do fantástico grupo português Madredeus. A voz da cantora Tereza Salgueiro é de uma beleza indescritível. Ouça a canção Haja o que houver  e me confirme. Outra bela canção é As Ilhas dos Açores. Mas não é só o grupo Madredeus que se destaca. Cabe ressaltar o belo trabalho instrumental de John Neschling & Orquestra Sinfônica e André Sperling.

O disco desta postagem número 1000 foi lançado no Brasil, em 2000, pela gravadora Som Livre e contém as seguintes canções e intérpretes:

1. Preludio (John Neschling & Orquestra Sinfônica);
2. Fado (John Neschling & Orquestra Sinfônica);
3. O pastor (Madredeus);
4. Ramalhete (André Sperling);
5. As Ilhas dos Açores (Madredeus); 
6. Tema da infância (John Neschling & Orquestra Sinfônica);
7. Fado (Dulce Pontes);
8. Tema de amor (John Neschling & Orquestra Sinfônica);
9. Haja o que houver (Madredeus);
10. Poemas de amor (Andre Sperling);
11. Valsa (John Neschling & Orquestra Sinfônica);
12. O velho 
13. Por ti (André Sperling);
14. Matinal (Madredeus)
15. Tristes dias (André Sperling).


























Links:






quinta-feira, 4 de maio de 2017

PACO GAITISTA - VOLUME 2 - 2011

Após inúmeros pedidos, incluindo do amigo Fernando Rocha, da cidade do Porto, em Portugal, reapresentamos o segundo disco do instrumentista Paco Gaitista, que com muita luta vem gravando os seus álbuns independentes e sendo muito elogiado pelos circuitos em que se apresenta.

Fazendo um parenteses, por falar em Portugal, é um país que admiro muito e tive oportunidade de visitá-lo algumas vezes a estudo  e lazer. Por sinal vou ter essa satisfação visitando novamente, a partir do dia 13 de maio e conhecendo um pouco mais desse pequeno grande país.

Voltando a comentar o disco da postagem, neste segundo trabalho de Paco Gaitista, é composto por uma seleção muito equilibrada de canções contemporâneas e que faz bem ao ouvirmos.

Além de 14 canções de outros artistas, o álbum inclui uma música de sua própria autoria, sendo a última faixa.  Acredito que os amigos do blog irão apreciar.

A seleção é composta das seguintes músicas e respectivas indicações dos intérpretes originais:

1. I started a joke (Bee Gees);
2. Crazy little thing called love (Queen); 
3. One last breath (Creed); 
4. Wicked game (Chris Isaak); 
5. Last Kiss (Pear Jam); 
6. Nothing else metters (Metalica); 
7. Stairway to heaven (Led Zepelin); 
8. Son of a preacher man (Dusty Springfield); 
9. With or without you (U2); 
10. Wish you were here (Pink Floyd); 
11. Winds of change (Scorpions); 
12. Tears in heaven (Eric Clapton); 
13. Theme from dying young (Kenny G); 
14. At last (Etta James); 
15. Blues véio da varanda (composição de Paco Gaitista)















Links:


quarta-feira, 3 de maio de 2017

PAUL MAURIAT - LOVES IS BLUE - FRANCE - 1968 - REPOST

Reapresentamos a segunda postagem do blog, que foi realizada em 28/Julho/2011, ou seja, há quase seis anos atrás. 

Tratava-se do álbum "Love is Blue", da Orquestra de Paul Mauriat, edição francesa, lançada em 1968, pela gravadora Phonogram, com o selo Philips e relançada posteriormente em formato cd.

As músicas que compõem este álbum, mais as faixas bônus incluídas pelo blog são as seguintes:

1. Dalila; 
2. La source; 
3. Des que je me reveille; 
4. L'amour te ressemble; 
5. L'opera des jours heureux; 
6. Pata pata; 
7. Love is blue; 
8. Comme un garcon; 
9. Je ne suis rien sans to; 
10. Ne sois pas triste; 
11. Comme d'habitude; 
12. L'histoire de Bonnie and Clyde; 
13. Mirabella;

Bônus: 
14. Cent mille chansons; 
15. It's a man's man's man's world; 
16. Pour etre sincere; 
17. Valse d'ete.










 Links: