2017

2017

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

LIZA MINELLI - THE SINGER - YOU'RE SO VAIN - 1973

Uma das canções que mais apreciei e ainda gosto muito dos anos 1970, é a música You’re so vain, da cantora Carly Simon. O álbum desta postagem, foi adquirido na época, justamente como consequência disso.

Trata-se do disco da atriz e cantora americana Liza Minelli, intitulado “The Singer”, que no Brasil foi incluído no título o nome da canção “The Singer - You’re So Vain”. Lançado em 1973, pela gravadora CBS, com o selo CBS e Harmony.

Para quem não a conhece, Liza May Minnelli nasceu na cidade de Los Angeles, EUA, em 12 de março de 1946. É filha do diretor de cinema Vicent Minelli e da famosa atriz Judy Garland. Se notabilizou no cinema com o filme “Cabaret”, onde atuava como a dançarina Sally Bowles, o que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz.

Liza Minnelli foi uma atriz precoce, participando no primeiro filme em 1949, chamado “In the Good Old Summertime”, aos quatorze meses de idade. Com dezesseis anos, Liza foi para Nova York, sua conta, para iniciar a carreira artística.

Em 1964, a mãe convidou-a para participarem juntas num espectáculo em Londres, que teve excelente repercussão. Foi nessa ocasião, que Liza conheceu o primeiro marido, o cantor e compositor australiano, Peter Allen, amigo de Judy Garland.

Aos 19 anos, Liza ganhou o prêmio Tony e em 1969, aos 23 anos, foi indicada ao primeiro Oscar, pelo papel de Pookie Adams, em “The Sterile Cuckoo”. Os anos 1970, foi um período de muito trabalho para Liza, atuando nos palcos, nos filmes e na música.

Em 1972, Liza Minnelli protagonizou um dos maiores sucessos da carreira, como Sally Bowles, no filme Cabaret, adaptação do musical homônimo. O longa metragemé também um dos maiores sucessos de bilheteria de Hollywood e projetou Liza como um dos maiores ícones do cinema mundial.

O talento como cantora foi reconhecido com a interpretação antológica da canção-tema homónima. Liza venceu o Oscar de melhor atriz pelo desempenho e o Globo de Ouro, de melhor atriz em comédia ou musical. Foi simultaneamente capa das revistas Time e Newsweek. Além de Cabaret, uma das interpretações mais conhecidas é New York, New York, do musical de mesmo nome.

Com o amigo Halston, era frequentadora assídua do Studio 54, o mais famoso clube noturno do mundo. Em 1974, participou como narradora do filme “Isto é o Espetáculo”, com Fred Astaire e Gene Kelly. Casou-se em 1974 com o produtor e diretor de televisão Jack Haley Jr, e em 1979, com o escultor Mark Gero. Mas, os dois casamentos acabaram em divórcio.

Após seu desempenho como o ator Dudley Moore, no longa-metragem “Arthur”, Minnelli fez poucas aparições no cinema. Em resumo, a partir dos anos 1980, a sua carreira se voltou para os palcos e para a música. Gravou com Frank Sinatra no álbum “Duets” e Sammy Davis Jr, Em seguida, juntou-se a eles para uma série de concertos e espetáculos na televisão, que tiveram ótima repercussão.

Em 1997, Liza sofreu uma cirurgia às cordas vocais, época em que começou a assistir a todos os filmes do pai adotivo. Isso a levou a estrear um espetáculo na Broadway,intitulado “Minelli on Minelli”.

Em 2002, casou-se com David Gest, promotor e produtor de televisão, mas em 2007, ocorreu oficialmente o divórcio, pois já estava separada desde 2003. Em 2006, gravou a canção Mama, em parceria com a banda My Chemical Romance.

O álbum “The Singer – You’re So Vain”, contém uma seleção com músicas de sucessos pop da época e são as seguintes:

TRACKS:
1. I believe in music;
2. Use-me;
3. I’d love you to want me;
4. Oh, baby, what would you say;
5. You’re so vain;
6. Where is the love;
7. The singer;
8. don’t let me be lonely tonight;
9. Dancing in the moonlight;
10. You are the sunshine of my life;
11. Baby don’t get hooked on me.





Capa (Front) - Versão USA - 1973





 ContraCapa (Back) - Versão USA - 1973




 Capa (Front) - Versão Argentina




ContraCapa (Back) - Versão Argentina




 Selo CBS (Label) - Versão Brasil - 1973




 Selo Harmony (Label) - Versão Brasil - 1973

Links:






Nenhum comentário:

Postar um comentário