2019

2019

domingo, 30 de dezembro de 2018

BY LAZZA - SUCESSOS ACÚSTICOS INTERNACIONAL 80'S (2005)

Para quem gosta de covers, segue outro álbum de compilação do cantor, compositor, violinista e tecladista brasileiro Lazza (Rafael Lazoski Huet de Bacellar), nascido no Rio de Janeiro, em 18/janeiro/1976. 

Iniciou na música aos 15 anos de idade, compondo e tocando violão. Em seguida foi vocalista de várias bandas de rock. Sua carreira decolou no final dos anos 1990, ganhando festival de bandas e tocando em várias casas noturnas cariocas, como o Hipódromo Up, Mistura Fina, W e Bastidores. 

O bom disco desta postagem, foi lançado no Brasil, em 2005, pela gravadora Albatroz, intitulado "Sucessos Acústicos Internacional 80's". A produção musical e arranjos foi de Fred Ryos. Em minha opinião, o destaque dessa compilação ficou por conta das canções Jump e Baby Jane.

O grupo que participou dessa gravação foi Lazza (voz e violão), Fred Ryos (violões), André Carneiro (baixo), Bruno Braggion (percussão), Guta Menezes (trumpete e gaita), Nicolas Krassik (violino) e Eduardo Neves (flauta)

A seguir, a lista com as músicas que compõem esta seleção de releituras (covers)

01. Down under;
02. Sultans of swing;
03. Billie Jean;
04. Part time lover;
05. Save a prayer;
06. Message in a bottle;
07. Don't you (forget about me);
08. All night long;
09. Jump;
10. The power of love;
11. Everybody wants to rule the world;
12. Baby Jane;
13. Time after time;
14. The blend.
























Links:






segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

FELIZ NATAL - MERRY CHRISTMAS 2018

A música sempre está presente em nossa vida, assim como os Natais. Para mim, a data do Natal sempre foi especial, pois ela representa o que há de melhor no ser humano.

A todos aos amigos do blog LaPlayaMusic, que nos apoiaram e curtiram neste ano, desejo um
Feliz Natal.





sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

SEALED WITH A KISS - AND OTHER FAMOUS ROCK & ROLL LOVE SONGS - VARIOUS ARTISTS (1994)

É interessante ver que certas canções atravessaram as décadas e por isso são consideradas clássicas, sendo tocadas e regravadas inúmeras vezes. 

Nesta postagem, apresentamos uma série dessas canções, em suas versões originais, dispostas em uma coletânea lançada, em 1994, em Portugal, pela gravadora Movieplay.

A seleção é composta por sucessos lançados no final da década de 1950 e inicio da década de 1960, a seguir listadas:

01. In the still of the night (The Five Santins);
02. Love you most of all (Sam Cooke);
03. Earth angel (The Penguins);
04. It's all in the game (Tommy Edwards);
05. I love you so (The Chantels);
06. Sealed with a kiss (Brian Hyland);
07. I only have eyes for you (The Flamingos);
08. Donna (Richie Valens);
09. Little darlin' (The Diamonds);
10. Daddy's home (Shep & The Limelites);
11. Don't break the heart that loves you (Connie Francis);
12. It's only make believe (Conway Twitty);
13. Oh what a nite (The Dells);
14. I'm gonna get married (Lloyd Price);
15. He's so fine (The Chiffons);
16. Three steps to heaven (Eddie Cochran);
17. Only you (The Platters);
18. Tears on my pillow (Little Anthony & The Imperials);
19. Chapel of love (The Dixie Cups);
20. Tell Laura I love her (Ray Peterson);
21. Ten commandments of love (The Moonglows);
22. Love letters in the sand (Pat Boone);
23. Dedicated to the on I love (The Shirelles);
24. My special angel (Bobby Helms);
25. But I do (Clarence Forgman' Henry);
26. Remember - Walkin' in the sand (The Shangri-Las);
27. Only love can break a heart (Gene Pitney);
28. Goodnite, sweetheart, goodnite (The Spaniels).



























Links:







quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

CÁRMINA - POP ROCK ACÚSTICO - MEGA HITS INTERNACIONAIS (2005)

Nesta postagem, apresento mais uma compilação de covers de sucessos pop rock acústico do trio paulistano "Cármina", cujo álbum foi lançado no Brasil, em 2005, pela gravadora Zan Brasidisc.

O grupo consiste de três vozes, dois violões e um contrabaixo acústico, enfatizando belas releituras próprias de clássicos internacionais do rock, pop, soul music e blues. 

O Cármina é formado por Guto Marialva (cordas e vozes), Robi Brant (cordas e vozes) e Paulo Macéa (baixo e vozes).


A seleção musical do álbum da postagem é composta das seguintes canções:

01. A horse with no name;
02. California dreamin;
03. Hotel Califórnia;
04. I wish you were here;
05. Rocket man;
06. Rocket man;
07. Pretty woman;
08. I can see clearly now;
09. Crazy;
10. Wonderful tonight;
11. Sgt. Pepper's lonely hearts club band;
12. With a little help from my friends;
13. Lucy in the sky with diamonds;
14. Rock and roll;

Bônus:
15. Blues man "Rock and roll"



































Links:









domingo, 16 de dezembro de 2018

CARLINHOS BORBA GATO - ACÚSTICO COUNTRY (2003)

A postagem do dia traz um álbum de releituras em estilo country, que é muito agradável de se ouvir. Tenho certeza que muitos gostarão.

Trata-se do disco lançado no Brasil, em 2003, pela gravadora Atração, intitulado "Acústico Country", do cantor e produtor Carlinhos Carlinhos Borba Gato.

Ele iniciou sua carreira nos anos 1970 e assinou vários trabalhos com o pseudônimo de Charlie B e Silver Cetera, com os quais lançou diversos discos.

Seu repertório consistia basicamente em músicas country, porém, apresentando também elementos do estilo dixie e rock.

Em 1981, lançou pela gravadora RGE, o compacto simples com a canção Pegue o seu sorriso. No ano seguinte, pela mesma gravadora, lançou o primeiro álbum Long Playing – Lp, denominado “Eu tenho a paz”.

Em 1983, participou da trilha sonora da novela “Chispitas”.

As músicas que compõem essa seleção são as seguintes:

01. Gentle on my mind;
02. Misty;
03. Help;
04. Mr Bonjagles;
05. Rock top;
06. Dream baby;
07. Riders in the sky;
08. That's what you get;
09. I've just seen a face;
10. Lay down Sally;
11. On the road again;
12. Chains;
13. Driving my life away;
14. Singin the blues;
15. Wake up little Susie;
16. You never can tell.




























Links:

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

LUÍS BORDON - A HARPA E A CRISTANDADE - VOLUME 1 (1969)

Apesar de já ter sido postado por inúmeros blogs, nesta época de Natal, no Brasil, não poderíamos deixar de lembrar as músicas interpretadas por Luis Bordon e sua harpa paraguaia,  cuja performance é reconhecida mundialmente, pelo seu álbum “A Harpa e a Cristandade!”, volumes 1 e 2. 

Luis Bordon nasceu em Guarambaré, no Paraguai, no dia 19/08/1926 e faleceu em 2006. Foi um reconhecido músico intérprete de harpa paraguaia. Desde a infância teve o incentivo dos pais para se dedicar à música. Começou a estudar harpa paraguaia e logo se tornou um exímio nesse instrumento.

Em 1950, iniciou na orquestra de Julian Rejala, fazendo várias apresentações no Paraguai e no Brasil. Em 1959, gravou o seu primeiro álbum “Harpa Paraguaya em Hi-Fi”. Mudou-se para o Brasil onde morou por vários anos e gravou o disco o tornaria conhecido “A Harpa e a Cristandade”, com canções de Natal, tais como Jingle Bells e Noite Feliz. Durante vários anos foi sucesso de vendas nas festas natalinas e de réveillon.

Em 1970, esse álbum ganhou uma nova versão em formato estereofônico, contando com novos efeitos sonoros. Em 1972, foi lançada o Volume 2, com estilo mais moderno para a época, lembrando um rock progressivo. Mudou-se para os USA, onde morou por três anos antes de retornar ao Paraguai, onde morreu em 2006, aos 80 anos. Gravou um total de 34 discos.

Fontes: Wikipedia, 2018.

Reapresentando a nossa postagem de 06 de Dezembro de 2012, segue o famoso e clássico álbum “A Harpa e a Cristandade - Volume 1”, que foi lançado no Brasil em 1969 e relançado em 1970 e 1975, pela gravadora Chantecler, com o selo Alvorada. 

Nesse disco se destacam as canções compostas por brasileiros, tais como: O Velhinho (Otavio Babo Filho), Natal das Crianças (Blecaute), Natal Festivo (Mario Rinaldo), Fim de Ano (Francisco Alves e David Nasser) e principalmente a linda e tocante Boas Festas, composta por Assis Valente. 

As músicas que compõem a seleção natalina desse álbum são as seguintes:

1. Jingle bells; 
2. Noite silenciosa; 
3. Natal de paz; 
4. O velhinho; 
5. Natal das crianças; 
6. Arvore de natal; 
7. Boas festas; 
8. Pinheirinho agreste (O Tannebaum); 
9. Oração de natal; 
10. Feliz navidad; 
11. Natal festivo; 
12. Fim de ano.

















Links:







terça-feira, 11 de dezembro de 2018

DUDU FRANÇA - LISTEN TO THE MUSIC (2000)

Em maio deste ano, postamos um álbum do cantor brasileiro Dudu França que vários amigos do blog elogiaram a performance do artista. 

Nesta semana, ao organizar a minha coleção de discos, no formato Compact Disc - Cd, me defrontei com outro disco desse mesmo cantor, que foi lançado no Brasil, em 2000, pela gravadora Abril Music e que apresenta uma melhor qualidade na produção e na seleção da compilação de músicas dos anos 1960 e 1970.

Já não lembrava mais do disco e ao ouví-lo novamente, me chamou a atenção a versão da música Help, composição de Lennon & McCartney, apresentada de forma diferente e vibrante. Também destaco as diversas versões de músicas famosas daquela época, que fatalmente me fez ter boas recordações.

Ouçam e comentem a sua opinião do disco. As músicas que fazem parte desta seleção são as seguintes:

01. Baby I need your loving;
02. Nobody but me;
03. A whiter shade of pale;
04. Yellow river;
05. Feelings;
06. Evil ways;
07. Light my fire;
08. Poor side of town;
09. Help;
10. Listen to the music;
11. California dreamin'
12. It's too late;
13. Hey girl;
14. My pledge of love.





























Link:






segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

LOVE SONGS - COUNTRY HITS (2002)

Nesta postagem, apresento uma coletâneas de músicas populares interpretadas em estilo Country, que eu aprecio muito, principalmente quando estou dirigindo no trânsito. São músicas consagradas, cujas adaptações ficaram muito boas, com exceção de algumas poucas faixas. Acredito que vocês também irão gostar.

O álbum duplo, intitulado "Love Songs - Country Hits", foi lançado no Brasil em 2002, pela gravadora Paradoxx, e contém as seguintes canções:

Disco 1:
01-A wither shade of pale (Paul Hart);
02-Forever young (Dennis Palmer);
03-He Aint heavy (Lucien Green);
04-Love hurts (Lila Braent);
05-My love (Jimmy Thomas);
06-Angel of the morning (Evelyn Harris);
07-Mandy (Billy Payne);
08-We' only just begun (Linda Laine);
09-Baby can I hold you (Helen Davis);
10-My oh my (The Pacemakers);
11-we said good bye (The South Brothers);
12-Tell me once again (Donna Gray);
13-All for a reason (Gary Barnes);
14-Everybody's talking (Antony Steuber).

Disco 2:
01-Knocking on heaven door (Doug Wayne);
02-Nobody does it better (Cleide Poocker);
03-Fire and rain (Doug Wayne);
04-San Francisco (Greg William);
05-Sunshine (Deborah Hill);
06-Blowin in the wind (Paul McHill);
07-If you leave me now (Tony Richman);
08-Daniel (Diane Hill);
09-Just the way you are (Dennys Wayne);
10-Summer breeze (Fernan Cardy);
11-House of the rising sun (Dogie Bryan);
12-Woman (Lyrde Donald);
13-The morning after (Sara Miles);
14-It never rain southern California (John MC).






















Links:




sábado, 1 de dezembro de 2018

KELLY GORDON - DEFUNKED - BIG BLUES PARTY (1969) - REPOST

Atendendo a pedido, reapresentamos o álbum "Defunked", do cantor Kelly Gordon, lançado nos  Estados Unidos, em 1969,  pela gravadora EMI, pelo selo Capitol.  Esse disco não foi lançado no Brasil.

Pelo que percebi, poucos conhecem esse cantor, até porque gravou apenas um álbum e praticamente não obteve o sucesso que esperava. Confesso que eu também não conhecia. Mas vale a pena ouvir o álbum "defunked". O que me chamou a atenção nesse artista foi a intensidade da sua voz, que a principio quando a ouvi, pensei que era de um cantor negro. 

Não encontrei muita informação sobre o cantor, apenas que ele, na sequência, foi produtor musical, tendo trabalhado nos discos da cantora Dobbie Gentry e de outros.  Acredito que merecia ter mais sucesso como cantor.

Em minha opinião, os destaques desse álbum são as músicas Games People Play, He Ain't, He's My Brother e That's Life, que considero uma "jóia"

Por sinal, a música He Ain't Heavy, He's My Brother é a mesma canção gravada pelos "The Hollies" e Elton John no piano, que posteriormente estourou nas paradas de sucesso em todo o mundo. Em 1970, 0 cantor americano Neil Diamond também viria a gravá-la. Entretanto, descobri que a versão do Kelly Gordon foi gravada anteriormente, em 1969 e por ironia, não emplacou nas paradas.

Para quem não conhece, acho que vale a pena contar um pouco da história da canção He Ain't Heavy, He's My Brother, tema escrito por Bobby Scott e Russell Bob, que é considerada um dos hinos da década de 1960 e 1970, com a sua mensagem de amor, sacrifício, devoção e serviço. 

A história, por trás deste tema conta-se muito rapidamente: em 1918, um menino chamado Howard Loomis foi abandonado pela sua mãe numa instituição católica, o "Home for Boys " do Padre Flanagan, que acabara de abrir um ano antes. 

Howard tinha poliomielite e usava aparelhos corretores nas pernas, para que  pudesse locomover-se, já que as próteses eram muito pesadas, e andar era muito difícil para ele, especialmente quando tinha que subir ou descer os degraus. Os seus colegas mais velhos, por solidariedade, andavam com ele "nas costas"  por todo o lado. Um dia, o padre Flanagan, perguntou a Reuben Granger, um desses rapazes mais velhos, se carregar o amigo Howard não era difícil. Reuben respondeu:
"Father, He Ain't Heavy, He's My Brother (Padre, ele não é pesado, é meu irmão)". 

A seleção do disco é composta das seguintes canções:

1. Teeny boppin child; 
2. Games people play; 
3. Independently poor; 
4. He ain't heavy, he's my brother; 
5. Some old funky blues thang; 
6. Ain't that the truth ruth; 
7. Picadilly Willie; 
8. Love took my heart and mashed that sucker flat; 
9. If that don't get it, it ain't there; 
10. That's life.





 Capa (Front) - Versão Lp - 1969






 Contra Capa (Back Cover) - Versão Lp - 1969





 Contra Capa (Back Cover) - Versão Cd LaPlaya 2012






 Selo (Label) - Versão Lp - 1969





 Capa (Front) - Versão Compacto Simples - 1969





 Capa 2 (Front) - Versão Compacto Simples - 1969





Selo (Label) - Versão Compacto Simples - 1969

Links: