2019

2019

sexta-feira, 23 de março de 2018

MIKE PINERA - FOREVER (1980)

O músico guitarrista, cantor, compositor e produtor americano Mike Pinera (Carlos Michael Pinera), nascido em 29 de setembro de 1948, em Tampa, Flórida, EUA,  começou profissionalmente no final dos anos 1960 com o grupo “Blues Image”, que teve um hit #4, em 1970, chamado Ride captain ride

Após separação do grupo, ele se juntou a Iron Butterfly, banda conhecida pelo hit In a gadda da vida e mais tarde formou o grupo “Ramatam”. Também participou das bandas “Cactus” e “New Cactus”, além de ter sido guitarrista do “Alice Cooper”, no período de 1980 a 1983 . Posteriormente, atuou no “Classic Rock All Stars”.

Para muitos, o melhor momento de Mike Pinera foi no “Iron Butterfly”, na Atlantic Records, tendo participado na guitarra e vocais, na gravação do álbum “Metamorphosis” e a partir disso passou a integrar o grupo.  Infelizmente, a banda logo se separou, levando-o a buscar outros caminhos.

Em 1978, veio o primeiro álbum solo de Piñera, intitulado “Isla” e seguido pelo álbum “Forever” (1979), que obteve sucesso com a canção Goodnight my love, alcançando a posição #70, na parada da “Billboard”.

O álbum desta postagem, intitulado "Forever" foi lançado no Brasil, em 1980, pela gravadora CID - Companhia Industrial de Discos. 

As músicas que compõem o disco e os bônus incluídos pelo blog LaPlayaMusic são as seguintes:

1. Can't you believe;
2. I am the bubble;
3. Looking at the night;
4. Goodnight my love;
5. Someone like you;
6. Moonlight melody;
7. Do what you do;
8. Here it comes again;
9. Lost and found;

Bônus:
10. Alone With You - Just;
11. It's you;
12. Just one;
13. Touch my heart.




















 Capa (Front) - EP Brasil 1980





  ContraCapa (Back Cover) - EP Brasil 1980





 Selo (Label) - EP Brasil 1980





  Selo (Label) Versão Alternativa - EP Brasil 1980





Links:






sexta-feira, 16 de março de 2018

DEUSES DA GUITARRA - VARIOUS ARTISTS (2002)

Segue mais uma compilação, ótima para ouvir enquanto dirigimos nesse trânsito caótico das cidades. Desta vez, o álbum "Deuses da Guitarra", que traz uma coletânea de grandes guitarristas. O disco foi lançado no Brasil, em 2002, pela gravadora Universal, em parceria com as organizações Globo.

A seguir a lista das músicas que fazem parte desta seleção:

1. Crossroads (Eric Clapton);
2. Samba pa ti (Santana);
3. Cocaine (J.J. Cale);
4. My Lucille (B.B. King);
5. For the love of god (Steve Vai);
6. The ghetto (George Benson);
7. Lie to me (Jonny Lang);
8. My time after a while (Buddy Guy);
9. One bourbon, one scotch, one beer (John Lee Hooker);
10. Nothing but a woman (Robert Cray);
11. I just want to make love to you (Muddy Waters);
12. The thrill is gone (Willie Nelson);
13. No quarter (Jimi Page) - Bônus.






















Links:






terça-feira, 13 de março de 2018

TONY ORLANDO & DAWN - CÂNDIDA (1971) REPOST

A pedido, reapresentamos os links do álbum "Cândida", do grupo Tony Orlando & Dawn, lançado no Brasil, em 1971, pela gravadora EMI - Odeon.

Caso interesse, veja em nossa Postagem Original, mais informações sobre esse grupo e sua trajetória musical.

O álbum da nossa postagem, fez muito sucesso no Brasil , principalmente a canção Cândida, que teve grande repercussão radiofônica. As músicas do disco eram as seguintes:

1. Candida;
2. Upo n the roof;
3. Country;
4. Look at;
5. Rainy day man;
6. What are you doing Sunday;
7. konock three times;
8. Carolina in my mind;
9. Let’s run away girl;
10. The love in your eyes;
11. Perhaps the joy of giving;

domingo, 11 de março de 2018

JOHNNY MATHIS - SONG SUNG BLUE (1972) REPOST

Desta vez reapresentamos o álbum "Song Sung Blue", de Johnny Mathis que tínhamos postado em 01 de janeiro de 2012 e infelizmente os links já estavam desativados.

Esse disco foi lançado no Brasil em 1972, pela gravadora CBS. Originalmente, nos Estados Unidos, saiu no mesmo ano pelo selo Columbia. 

A música cujo nome leva o título, é uma composição de Neil Diamond e fez muito sucesso nas paradas pop da época. Além dessa composição o disco contém outra composição desse mesmo compositor, a canção Play me, que considero melhor do Song sung blue.

O disco é recheado de boas músicas, tais como Alone Again, Too Young, Where is The Love, Run to Me, dos Bee Gees e He Ain't Heavy, He's My Brother, que originalmente foi gravado por Kelly Gordon e The Hollies. 

A seleção do álbum é composta pelas seguintes músicas:

1. Play me; 
2. Alone again; 
3. Where is the love; 
4. Goodbye to love; 
5. Too young; 
6. make it easy on yourself; 
7. Lean on me; 
8. How can in be sure; 
9. Run to me; 
10. Song song blue; 
11. He Ain't Heavy, He's My Brother.




















Links:







sexta-feira, 9 de março de 2018

SAMJAZZ QUINTET - SAMJAZZ QUINTET VOLUME 2 (1969-70) REPOST

O álbum desta postagem, foi apresentada pela primeira vez no blog e na internet em 05 de dezembro de 2011. O disco é da banda curitibana Sam Jazz Quintet, o segundo disco de sua discografia, lançado em final de 1969 e inicio de 1970, pela gravadora Continental.

Apesar do nome conter a palavra Jazz, esse grupo não tocava jazz. Era um grupo pop, influenciado pela Jovem Guarda. Fazia muito sucesso, principalmente na região sul, tocando em bailes. Na cidade de Curitiba era comum realizarem shows no Clube Santa Mônica. 

A banda foi criada em 1966 e era formado por Hilton Alicen (teclado, piano), João Chiminazo Neto (bateria), Wilson Baldo (vocalista), Célio Malgueiro (guitarra e arranjos vocais) e Nelson Santos (vocal, solo e baixo). 

Posteriormente teve novos integrantes como Paulo Chaves, Osnildo Vilan, Nelson Gonçalves (baixista), Orlando Comandulli, o pistonista Edson, os cantores Elizabeth, Reinaldinho e Carlos Freitas (baterista)

Gravaram vários discos compactos e cinco álbuns, no formato Long Play - Lp, sendo quatro pela gravadora Continental e um de forma independente. Um dos discos chegou a ser lançado no México. O maior sucesso da banda foi a música "Santo Domingo", tendo vendido 10000 cópias de um compacto simples de vinyl e tendo sido a primeira gravação dessa música no Brasil.

O que é lamentável em muitos discos dessa gravadora, que também era um procedimento comum em várias gravadoras é a falta de informações técnicas e principalmente dos nomes dos integrantes da banda. 

A seleção do álbum é composta das seguintes canções: 

1. Mah-na, Mah-na; 
2. A namorada que sonhei; 
3. Yesterday when I was young; 
4. Sweet Caroline; 
5. O pequeno burguês - Prá que dinheiro - Quem é do mar não enjoa; 
6. Love is all; 
7. Yester me, yester you, yesterday; 
8. País tropical; 
9. Tracy; 
10. Tous les pritemps du monde; 
11. Abraham, Martin and John; 
12. You've got you troubles.


















Links:







ROCK SONGS - THE ALL TIME GREATEST - VOLUME 1 (2000)

Para quem se movimenta muito no trânsito de nossas cidades, aproveito para postar uma ótima compilação de rock.

O álbum em questão se intitula "Rock Songs - The All Time Greatest - Volume 1", lançado no Brasil, em 2000, pela gravadora Sony Music / Warner, com o selo Columbia. Espero que se divirtam ouvindo esta coletânea internacional.

As músicas e intérpretes que compõem essa seleção da Sony são as seguintes:

1. Walk this way (Aerosmith);
2. Break on through (The Doors);
3. Like a rolling stone (Bob Dylan);
4. Layla - version Unplugged (Eric Clapton);
5. She's not there (Santana);
6. Piece of my heart (Big Brother & The Holding Company);
7. Baby Jane (Rod Stweart);
8. Wonderwall (Oasis);
9. Purple rain (Prince);
10. London calling (The Clash);
11. Under the bridge (Red Hot Chili Peppers);
12. Man on the moon (REM);
13. Beds are burning (Midnight Oil);
14. Don't stop (Fleetwood Mac);
15. Jump (Van Halen);
16. Gimme all your lovin' (ZZ Top);
17. Bat out of hell (Meat Loaf);
18. Eight miles hight (The Byrds)




















Links:






quinta-feira, 8 de março de 2018

HARMONY CATS - GREATEST HITS - BY NELL (2011) REPOST

A pedido do J. Roberto Sobrinho e do Over Classic, reapresentamos o álbum "Harmonic Cats - Greatest Hits By Nell", postado aqui no blog em 03 de setembro de 2014.

As Harmony Cats foi um quinteto vocal de disco music, formado na cidade de São Paulo (SP), em 1976. Tinha inicialmente como componentes cinco vozes: Cidinha (Maria Aparecida de Souza), Rita (Rita Kfhoury), Juanita (Maria Helena Violin), integrante do famoso Duo 'Juanita e Richard', Maria Amélia (Maria Amelia Costa Manso) e Vivian (Vivian Costa Manso).

O conjunto iniciou a carreira com o nome de "Bandits of Love". Na época em que a discoteca estava em moda, o grupo especializou-se em fazer versões em inglês de sucessos da MPB, em ritmo de disco music. Em 1976, lançou um compacto com as músicas Cangaceiro e Tristeza. Logo depois, no mesmo ano de 1976, mudou de nome para Harmony Cats.

Nos anos 1970, eram comuns cantores brasileiros que adotavam seus nomes e letras de suas músicas em inglês. Esta época ficou conhecida como geração Made in Brazil. Um produtor criou as Harmony Cats para ser um grupo "Made in Brazil" de Discoteca.

As Harmony Cats nasceram espontaneamente nos Estúdios Reunidos em São Paulo em 1976. Eram cinco moças que faziam backing vocals para vários artistas brasileiros. Hélio Costa Manso, produtor e diretor artístico da gravadora RGE foi quem teve a ideia. Montou uma série de “pot-pourris” ou medleys, baseados em temas de filmes e clássicos do Rock and Roll. Foi um sucesso tão grande que as cinco meninas viram seu disco ser lançado na Europa e no Japão.

Passaram então a fazer muito sucesso, seguindo o estilo do grupo “As Frenéticas”, tendo como repertório básico a disco music e se especializando em gravar medleys de hits da Era Disco. Os arranjos das músicas eram bem eletrônicos, utilizando os recursos mais modernos da época.

Elas não tinham músicas próprias, se restringindo nessas montagens de faixas com várias músicas. Na época, ttiveram nesta época dois hits, apesar de serem parecidos, sendo: (Night Fever, Stayin' Alive, You Should Be Dancin', Nights On Broadway, Jive Talking, Lonely Days Lonely Nights, If I Can't Have You, Every Night Fever Medley), formado somente com música do Filme “Saturday Night Fever” e o (Every Night Fever), formada por vários cantores.

Um dos discos do grupo se chamou "Harmony Cats - 200 Grandes Hits", ou seja, era um disco com 200 trechos de músicas de sucessos. O compacto em 1978, com o título de "Every Night Fever", tinha como faixa 1 as músicas: Night Fever, Stayin' Alive, What's Your Name, What's Your Number, Zodiacs, Don't Leave Me This Way, I'm Sagitarius, I Can't Stand The Rain e Utopia.
A faixa 2 com Utopia, From Here To Eternity, Star Wars, Boogie Nights, You Should Be Dancin', Nights On Broadway, Jive Talkin', Lonely Days, Lonely Nights, If I Can't Have You e Every Night Fever. Este medley entrou na trilha da novela “Dancing Days”.

Em 1980, o grupo virou um trio com Vivian, Maria Amélia e Sílvia Marinho. O conjunto fez sucesso na TV apresentando-se no programa Qual é a Música, de Silvio Santos. O trio gravou, em 1980, a versão Felicidade (Margarida), da música do grupo americano Boney M, A Terra do Faz de Conta, versão da música Land of Make Believe, do grupo Bucks Fizz e Ela Dança, versão de Maniac, música da trilha de Flashdance.

Nessa fase, as músicas do grupo passam a ser recheadas de letras pré-adolescentes com batidas pop/românticas ao fundo. Em 1985, Maria Amélia saiu do grupo. Em seu lugar entrou Rosecleide. Já era um indício do fim do grupo, que veio a se concretizar pouco tempo depois. O grupo gravou 6 álbuns no formato Long Playing – LP, 6 compactos em vinyl e 2 Cds – Compact Disc

Algumas curiosidades:

Em meados de 1981 Sílvia se casou com o cantor Gilliard (Gilliard Marinho), tendo dois filhos: Bruna e Sílvio. Mora com o marido em São Paulo.

Antes de pertencer às Harmony Cats, Vivian participou da formação do grupo de Jovem Guarda “Sunday”, em 1971, ao lado de Hélio Costa Manso (o cantor Steve MacLean, sucesso internacional, produtor e diretor da gravadora Som Livre, por 30 anos) que assinaria a direção artística do compacto da Harmony Cats em 1978. Atualmente eles reviveram a banda Sunday e tocam juntos em São Paulo, ao lado de Gel Fernandes (ex-Rádio Taxi) e Fabio Gasparini (ex-Magazine, compositor da música de "Eu sou boy" e "Tic nervoso").

Maria Aparecida de Souza e Rita Kfouri participaram em diversas canções do CD "Meu pé, meu querido pé", de Helio Ziskind, em 1997: no coro do tema de abertura do programa infantil da TV Cultura Castelo Rá-Tim-Bum, em canções do programa infantil Cocoricó, da mesma TV e na voz das passarinhas no quadro do Castelo Rá-Tim-Bum "Passarinho: Que som é este?". Cida e Rita também atuaram como compositoras de diversas músicas.

Rita Kfouri participou do conjunto vocal Tom da Terra, formado em 1991, além de trabalhar como vocal do cantor de jazz, Celso Pixinga e da cantora Rita Lee. Participou do Cd "Uma Canção para a Padroeira", em 2001, além de possuir diversos trabalhos na área musical e artística.

Maria Amélia canta todas as músicas da Mônica, para o Maurício de Souza Produções. Após morar no exterior e se separar do segundo marido, ela voltou ao Brasil e pensa em formar um conjunto musical.

Juanita (Maria Helena Violin) foi para a gravadora RCA e gravou 2 compactos de sucessos razoável, depois montou a Dupla Com Richard e fizeram sucesso com a musica Guarde seu amor só para mim.

Nesta postagem, apresentamos uma seleção musical, remasterizada pelo DJ Nell, postada originalmente no excelente blog http://galeriadoflashback02.blogspot.com.br/, do amigo DJ Silvano, que há algum tempo não tem postado novidades. No entanto, tem muito crédito pelo que já postou.

A seleção dessa coletânea é composta das seguintes canções:

1. Felicidade (Margarida);
2. La Chica
3. Estrela amiga
4. Mágica
5. Amigo é;
6. 40 graus (Que calor de louco);
7. A terra do faz-de-conta;
8. Disco medley: 
Night fever / Stayin’ alive / What’s your name, what’s your number? / Zodiacs / don’t leave me this way / I’m sagitarius / I can’t stand the rain / Utopia;
9. Success sound
Little darling / Diana / Rhythm of the rain / Breaking up is hard to do / itsy bitsy / Multiplication / Let’s twist again / Locomotion / Speedy Gonzales / Twist and shout / Rock and roll music / I get around;
10. Os bons tempos voltaram: 
Shame and scandal in the family / Splish-splash / Oh Carol / Parei na contra mão / Papa-oom-mow-mow / Estupido cupido / Rua augusta / Festa de arromba / Festa do bolinha / Lacinhos cor de rosa / O pica pau
11. Eu amo amar você (participação especial de Gilliard);
12. Hey baby;
13. Quando você sabe amar;
14. A felicidade é fácil de achar;
15. Trocas e baldrocas;
16. Felicidade (Margarida) – Remix.



















 Links:





SONGBOOK NOEL ROSA (1991)

Aproveitando a onda de resgate do sambista e compositor Noel Rosa, aproveitamos para postar um raro álbum, intitulado "Songbook Noel", produzido em 1991, por Almir Chediak, pela gravadora independente "Lumiar".

É bom lembrar que nos anos 1990, Almir Chediak produziu excelentes álbuns, que hoje são raros, devido a pouca tiragem, e tinham a denominação de Songbooks.  O projeto consistia de resgatar a obra de determinado compositor, convidando cantores e cantoras para realizar a releitura das suas músicas.

Esses álbuns da gravadora Lumiar contemplaram grandes compositores brasileiros, tais como Noel Rosa, Vinicius de Moraes, Gilberto Gil, Ary Barroso, Edu Lobo, Dorival Caymmi, Carlos Lira, Chico Buarque, João Donato, João Bosco, Djavan, Marcos Valle, Braguinha, Nelson Cavaquinho, Caetano Veloso, Cazuza, Luiz Gonzaga, Ivan Lins, entre outros

Quanto ao sambista, cantor, compositor, bandolinista e violinista brasileiro Noel de Medeiros Rosa, ou simplesmente Noel Rosa, nascido no Rio de Janeiro, no dia 11 de dezembro de 1910 e falecido na mesma cidade no dia 4 de maio de 1937, aos 26 anos, decorrente de uma tuberculose ficou conhecido como um dos nomes mais importantes artistas do samba e da música popular brasileira.

Ao longo da carreira de apenas oito anos, escreveu mais de 250 composições, aqui representadas no disco desta postagem. Sua trajetória teve uma contribuição fundamental na legitimação do samba de morro e do samba para a música popular brasileira. 

Em 2016, foi agraciado in memoriam com a Ordem do Mérito Cultural do Brasil, na classe de grão mestre.

O álbum desta postagem, apresenta um conjunto de 22 excelentes canções, interpretadas pelos melhores artistas da música brasileira da época. Além disso, contou com um seleto time de músicos, tais como; Paulo, Ana e Daniel Jobim,  Danilo e Simone Caymmi, Marcio Montarroyos, Robertinho Silva, José Roberto Bertrami, Ricardo do Canto, Marcelo Costa, Armandinho, Wilson das Neves, maestro Severino Filho, entre outros. 

As músicas selecionadas para este disco foram as seguintes:

1. Tres apitos (Antonio Carlos Jobim);
2. Tarzan, o filho do alfaiate (Djavan)
3. Com que roupa (Gilberto Gil);
4. Feitio de oração (João Nogueira & Luiz Melodia);
5. Cor de cinza (Jards Macalé);
6. Ultimo desejo (Gal Costa & Marco Pereira);
7. Gago apaixonado (João Bosco);
8. Pela décima vez (Maria Bethânia);
9. Conversa de botequim (João Nogueira);
10. Quando o samba acabou (Leila Pinheiro & Roberto Menescal);
11. O orvalho vem caindo (Carlos Lyra & Verônica Sabino);
12. Feitiço da vila (Ney Matogrosso, Francis Hime & Rafael Rabello);
13. Meu barracão (Caetano Veloso);
14. João ninguém (Antonio Carlos Jobim);
15. As pastorinhas (Moraes Moreira);
16. Pra que mentir (Cassiano);
17. Cem mil réis (Chico Buarque & Luisa Buarque);
18. Pra esquecer (Nelson Gonçalves & Rafael Rabello);
19. Palpite infeliza (Os Cariocas);
20. Não tem tradução (João Nogueira);
21. O "x" do problema (Carlos Lyra & Luiz Melodia);
22. Quem dá mais (Eduardo Dusek).























Links: