2017

2017

sábado, 11 de novembro de 2017

BRENDA LEE - 10 GOLDEN YEARS (1970) - REPOST

Brenda Mae Tarpley, mais conhecida por Brenda Lee, nasceu no dia 11 de dezembro de 1944, em Atlanta, USA. Cantou rockabilly, pop e country. Teve 37 hits de sucesso na década de 1960, um número superado apenas por Elvis Presley, The Beatles, Ray Charles e Connie Francis.

Ela é mais conhecida pelos hits Jambalaya (1956), Rockin' around the christmas tree (1958) e I'm sorry (1960).

Com apenas 1,44m de altura, ela recebeu o apelido, em 1957, de “Little Miss Dynamite”, após gravar a canção Dynamite, e foi um dos primeiros astros da música pop a ter uma importante carreira contemporânea internacional.

Como muitos da época do rockbilly, a popularidade de Brenda Lee diminuiu no final dos anos 1960, principalmente porque sua voz amadureceu, mas ela continuou fazendo uma carreira musical de sucesso, retornando às suas raízes como uma cantora de música country, com uma sequência de hits nas décadas de 1970 e 1980.

Brenda Lee era considerada uma garota prodígio, a voz, o seu rosto bonito e as suas apresentações nos palcos começaram a despertar a atenção de todos a partir dos seus 5 anos de idade. Aos 6 anos, ela ganhou um concurso de canto patrocinado por um estabelecimento de ensino fundamental local. A recompensa foi uma aparição ao vivo em um programa de rádio de Atlanta, chamado “Starmakers Revue”, onde ela voltou a se apresentar no ano seguinte.

Com a morte de seu pai morreu, em 1953, e, já aos 10 anos, ela tornou-se a principal fonte de sustento de sua família por cantar em programas radiofônicos locais e apresentações em televisão.

Seu grande sucesso no show business veio em fevereiro de 1955, quando ela ganhou $30 para aparecer em uma estação de rádio Swainsboro para ver Red Foley e uma unidade de turnê promocional do seu programa TV ABC Ozark Jubilee, em Augusta.

O DJ Foley foi convencido a ouvi-la cantar antes do show. Foley ficou tão surpreso, como todas as outras pessoas que ouviram a potente voz da pequena menina, que imediatamente concordou em deixá-la cantar Jambalaya. A música foi ensaiada e, mais tarde, apresentada. Ao término, Foley declarou:
Ainda fico com arrepios de frio pensando na primeira vez que ouvi essa voz. Um dos meus pés começou a acompanhar febrilmente o rítmo da música, como se eu estivesse me afastando de 'um terreno em chamas'. E quando ela fez aquele truque de 'quebrar' a voz, ela interrompeu o meu transe, o suficiente para que eu percebesse que eu tinha esquecido de sair do palco. Ali estava eu, após 26 anos de suposto aprendizado sobre como conduzir-me diante de um auditório, com a boca aberta "2 milhas de largura" e um olhar petrificado.
A plateia irrompeu em aplausos e se recusou a deixá-la sair do palco até que ela tivesse cantado mais 3 músicas.  Em 31 de março de 1955, aos 10 anos de idade, ocorreu a sua estreia na rede Ozark Jubilee, em Springfield, Missouri. Apesar de o seu contrato com o show ser de 5 anos, ele foi interrompido por causa de uma ação judicial movida em 1957 por sua mãe e pelo seu empresário, onde ela fez aparições regulares no programa ao longo de sua execução.

Menos de dois meses depois, em 30 de julho de 1956, a Decca Records lhe ofereceu um contrato, e seu primeiro disco foi um Vinyl, 7", Single, 45 RPM, Jambalaya, apresentando no lado 'B' Bigelow 6-200. O segundo Single de Lee apresentou duas músicas de Natal: I'm gonna lasso Santa Claus e Christy Natal.

Embora ela já tivesse completado 12 anos de idade em 12/dezembro/1956, os créditos de seus 2 singles distribuídos pela Decca Records falavam em “Little Brenda Lee" (9 anos)." Sua primeira edição foi em 1957.

A canção One step at a time, se tornou um hit em ambos os campos, pop e country. Seu hit seguinte, Dynamite, sendo apelidada de “Little Miss Dynamite”, devido ao seu tamanho de 1,44m de altura.

Em 1960, gravou sua composição I'm sorry, que foi número 1 nas paradas de sucesso. Foi seu primeiro disco de ouro individual e foi indicado para um Grammy. Mesmo não tendo sido lançada como uma canção "country" ela foi um dos primeiros grandes sucessos indicando o que viria a ser a som em Nashville.

Seu último single entre os dez mais das paradas pop em 1963, foi Losing you, ficando em sexto lugar, enquanto ela continuava a ter outras canções entre as primeiras, como em 1966, Coming on strong e Is it true?. Esta última, contou com Jimmy Page na guitarra, pois foi gravador em Londres, sendo produzido por Mickie Most.

No início da carreia, Brenda Lee era muito popular no Reino Unido. Ela visitou o país em 1959, antes de conseguir o reconhecimento pop nos Estados Unidos. Ela desfruta de uma distinção única entre os cantores americanos, tendo um ato de abertura de show de uma tour, em 1960, no Reino Unido, que foi realizado pelo então pouco conhecido grupo beat, de Liverpool, The Beatles.

Nas décadas seguintes, Brenda Lee se estabeleceu como uma artista country e pop, apresentando-se em duetos, tais como, Dolly Parton, Kris Kristofferson, Willie Nelson, George Jones, Charley Pride,  Willie DeVille, entre outros.

Comemorando 50 anos de carreira, em setembro de 2006, ela foi a segunda vencedora do Meador-Walker Lifetime Achievement Award Jo, pela Fonte da Fundação em Nashiville.

Em 2007, ela foi introduzida no Country Music Hall of Fame e incluída como membra da Rockabilly Hall of Fame. Ela também é membra da Rock and RollCountry Music e Rockabilly Hall of Fame, e atualmente vive em Nashiville, no Estado do Tenesse.

Em 2008, sua gravação de Rockin' around the christmas tree marcou 50 anos e em fevereiro de 2009, a National Academy of Recording Arts and Sciences proporcionou a Brenda Lee um Lifetime Achievement Grammy.

No Brasil, a música Weep no more my baby ficou conhecida por ser utilizada pelo programa “Pânico”, na TV Bandeirantes, em que a tocava no momento da chamada da  "Dança dos Políticos", nas imitações de políticos.

Nesta postagem, apresentamos o álbum "10 Golden Years", que foi lançado nos Estados Unidos em 1967, pela Decca Records, com os selos (labels) Decca e Coral. No Brasil, foi lançado no início dos anos 1970, com o selo Decca.

O disco contém 10 principais sucessos do início da carreira de Brenda Lee, no período de 1956 a 1965. Nele se encontra a primeira versão, que considero a melhor, da canção Jambalaya, que posteriormente seria regravada e essa segunda versão, onde a voz da cantora está mais adulta, é a que prevalece em muitas compilações da artista.

A seleção do álbum é composta pelas seguintes canções e respectivos anos de lançamento:

1. Jambalaya (1956);
2. Dynamite (1957);
3. Bill Bailey, won't you please com home (1958);
4. Sweet nothin's (1959);
5. I'm sorry (1960);
6. Fool # 1 (1962);
7. Dum, dum (1962);
8. All alone am I (1963);
9. As usual (1964);
10. Too many rivers (1965). 











































Links:







Um comentário: