2019

2019

terça-feira, 8 de outubro de 2019

SERGIO ENDRIGO - I PIU' GRANDI SUCCESSI DI (1969) REPOST

É sabido sobre a força da música italiana romântica, principalmente aquelas lançadas nas décadas de 1960 e 1970. Aprecio muito a musica italiana daquela época, pois me traz boas recordações.

Da minha lista de preferências, entre diversos cantores e cantoras daquele tempo, tenho uma admiração especial pelas composições românticas e proposta simples de cantar do italiano Sérgio Endrigo.

Para todos que não conhecem o cantor e compositor italiano Sérgio Endrigo, ele nasceu em 15/06/1933, na cidade de Pula, Istria, atual Croácia e morreu em 07/09/2005. Sua trajetória começa com a perda precoce do pai, que era um cantor de pouco destaque de ópera. Com dificuldades da época, foi trabalhar como guia de cinema (lanterninha), office boy, agente de censo, carregador de malas em hotel e em outras atividades mais simples para poder ter condições de sobreviver.

O contato com a música surgiu em um concurso de calouros realizado no Teatro Malibram, onde acabou sendo contratado como cantor lírico no Lido, localizado na cidade de Veneza. A partir desse momento, ele inicia o seu estilo romântico.

Contratado pela sucursal italiana da gravadora RCA, gravou seus primeiros discos com o selo Camden e fez parte do grupo de interpretes populares italianos que estavam em moda na época, tais como Domenico Modugno, Gigliola Cinquetti, Bobby Solo, Nico Fidenco, Pepino Di Capri, Rita Pavone, entre outros. Esse sucesso se estendeu para outros países, principalmente no Brasil, onde manteve contato próximo, gravando composições de artistas brasileiros, tais como Chico Buarque, Toquinho e Vinícius de Morais.

Essa proximidade possibilitou, em 1968, oferecer a canção Canzone Per Te para o cantor Roberto Carlos interpretá-la no Festival de San Remo, um dos mais importantes festivais do mundo, onde obteve o primeiro lugar.

Apesar de ser famoso e para um músico que vendeu, até 1969, mais de 1 milhão de cópias de discos, um verdadeiro recorde para a época, Sérgio Endrigo estava artisticamente em decadência em seus últimos anos de vida. Entre seus projetos estava tentando escrever a sua autobiografia, mas não teve tempo de concluí-lo, devido ao câncer no pulmão, que acabou interrompendo a sua trajetória artística.

Como fã desse cantor, acredito que independente do momento da sua carreira nos últimos anos, Sérgio Endrigo deixou registrado canções maravilhosas que o eternizam, tais como, Canzone Per TeTi Amo, Io Che Amo Solo TeAnnaMariaTeresaIo e La Mia Chitarra e A Casa

Nesta postagem, para homenagear esse grande cantor e compositor italiano, compartilhamos o álbum “I Piu’ Grandi Sucessi Di”, lançado no Brasil em 1969, pela gravadora RCA Victor. 

Além das 12 faixas originais do LP Vinyl, o blog acrescentou mais 12 canções, incluindo a belíssima Canzone Per Te, composição que ganhou o Festival de San Remo 1968, com interpretação de Roberto Carlos.

As músicas que compõem o álbum, incluindo os bônus são as seguintes:

01. Io che amo solo te; 
02. Se le cose stanno cosi; 
03. Basta cosi; 
04. Oggi e domenica per noi; 
05. Era d'estare; 
06. Ave Maria; 
07. AnnaMaria; 
08. Ti Amo; 
09. La rosa bianca; 
10. Ora che sai; 
11. Canta pierrot; 
12. Aria di neve;

Bônus

13. Chiedi al tuo cuore; 
14. Mani bucate; 
15. Come stasera mai; 
16. La donna del sud; 
17. La ballata dell'ex; 
18. Girotondo intorno al mondo; 
19. Teresa; 
20. Dimmi la verita´; 
21. Adesso si; 
22. Io e la mia chitarra; 
23. Questo amore per sempre; 
24. Canzone Per Te.

























 Sergio Endrigo - Sucessos







 Sergio Endrigo






Sergio Endrigo & Roberto Carlos - Festival de San Remo 1968

Links:







Nenhum comentário:

Postar um comentário