2016

2016

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

BERT KAEMPFERT E SUA ORQUESTRA - DANCING IN WONDERLAND - 1961

Nesta postagem, lembramos de uma orquestra que fez muito sucesso nas décadas de 1960 e 1970, com um som bem característico. 

O maestro que regia essa orquestra  era Bert Kaempfert, um músico, compositor e líder de orquestra de grande sucesso na década de 60. Foi o primeiro produtor dos Beatles. Em Julho de 1961, os Beatles assinaram contrato de um ano com a Bert Kaempfert Produktions, da Alemanha, para uma série de apresentações naquele país.

Bert nasceu na Alemanha, na cidade de Hamburgo, no dia 16 de Outubro de 1923 e faleceu de forma repentina no dia 21 de Junho de 1980, em Majorca, Espanha, com 57 anos.

Ele definia o seu estilo romântico e suave, o autêntico “easy listening”. O maior sucesso da sua carreira foi Strangers in the Night, consagrado na voz de Frank Sinatra. De todos os seus trabalhos, o álbum “Wonderland by Night” foi considerado por muitos críticos musicais o seu trabalho mais importante.

É impressionante a extensão de sua e o carácter original que ela detém, tendo recebido influência de grandes bandas de jazz norte-americanas. Ele é considerado um dos pioneiros na execução de jazz na Alemanha.

Entre as suas mais conhecidas composições destacam-se: Strangers in the Night, música Bert Kaempfert com letra de Charles Singleton e Eddie Snyder, interpretada em 1966 por Frank Sinatra; Wooden Heart, música de Bert Kaempfert e interpretação de Elvis Presley ou L-O-V-E, música de Bert Kaempfert com letra de Milt Gabler e interpretada por Nat King Cole.


O álbum que resgatamos foi lançado no Brasil em 1961, pela Companhia Brasileira de Discos, com o selo (label) Polydor, denominado "Dancing in Wonderland" e continha as seguintes músicas:

1.  Dancing in dark;
2. Twilight time;
3. Unchained melody;
4. Funny talk;
5. Only those in love;
6. There, I've said it again;
7. Now and forever;
8. Somebody loves me;
9. Blue moon;
10. When I fall in love;
11. I'll get by;
12. How deep is ocean.



















Links:


Um comentário:

  1. O Chrome está bloqueando o arquivo via link 1961, dizendo que ele é potencialmente perigoso.

    ResponderExcluir