2016

2016

sábado, 2 de junho de 2012

CARLOS JOSÉ - BRASIL SERESTA - 1991


Nesta postagem homenagearemos o cantor brasileiro Carlos José Ramos dos Santos, ou simplesmente Carlos José. Este radialista, cantor seresteiro e compositor da Velha Guarda, nasceu em São Paulo, no dia 22/09/1934.

Em 1957, iniciou sua carreira profissional, apresentando-se no programa “Um Instante, Maestro”, do apresentador Flávio Cavalcanti, que era transmitida pela extinta TV Rio. Ainda nesse ano ele gravou o seu primeiro disco no formato compacto simples, ainda no padrão de 78 rpm, que foi lançado pela Companhia Brasileira de Discos, com o selo Polydor, contendo os samba canção Ouça, composta por Maysa e Foi a Noite, de Tom Jobim e Newton Mendonça. Esse disco lhe valeu o título de cantor revelação do ano, que foi concedido pelos cronistas do Rio de Janeiro. Na sequência começou a ser solicitado para realizar shows em todo o Brasil. A partir disso, abandonou a carreira de advogado e passou a se dedicar exclusivamente à música.

Em 1958, gravou o seu primeiro álbum em Long Playing, que incluiu uma música de sua autoria, o samba canção Oferta. Seu primeiro grande sucesso ocorreu em 1961, com a canção Esmeralda. Além dessa música, outros sucessos se destacariam, tais como, A Noite do Meu Bem, Se Alguém Telefonar, Só Louco, Viva o Meu Samba, Queria e outros.

Nos últimos tempos dirigia a Socinpro, empresa carioca que administra e protege os direitos autorais de músicos e compositores. Também apresentava um programa de rádio, chamado “Eles Tem História Para Contar”, na Rádio Roquette Pinto, do Rio de Janeiro. Sua obra musical é composta de 25 discos em 78 rpm, mais de 35 álbuns em Long Playing – LP e 3 compact disc – cd.

Para mostrar a qualidade vocal desse cantor, apresentamos o disco lançado em 1991, pela gravadora CBS/Sony, com o selo Columbia, intitulado Brasil Seresta, da série Academia Brasileira de Música, contendo as seguintes músicas:

1. Caminhemos / Cabelos brancos; 
2. Modinha / Os rios correm pro mar; 
3. Quase que eu disse / Esses moços; 
4. Eu sonhei que tu estavas tão linda / Lábios que beijei; 
5. Da cor do pecado / Carinhoso; 
6. Nervos de aço / Último desejo; 
7. Chão de estrelas / A voz do violão; 
8. A noite de meu bem / boa noite, amor; 
9. Malandrinha / Ontem ao luar; 
10. Brigas / Molambo; 
11. A deusa da minha rua / Maria; 
12. Serenata do adeus / Cinco letras que choram (Adeus...)








Nenhum comentário:

Postar um comentário