2017

2017

sexta-feira, 27 de abril de 2018

SYLVIA TELLES - O AMOR EM HI FI (1960 / 1996) REPOST

A pedido, reapresentamos uma das mais antigas postagens do blog LaPlayaMusic Oldies, datada de 03/ novembro/2011, agora em uma nova versão de melhor qualidade, tanto de áudio, quanto de material gráfico. Para quem baixou na postagem original, poderá substituí-la.

Trata-se do excelente álbum "Amor em Hi-Fi", cantora brasileira de Bossa Nova, Sylvia Telles, lançado no Brasil, em 1960, pela Companhia Brasileira de Discos, que depois viria a ser a Polygram, pelo selo Philips. Nesse disco, predomina canções de Antonio Carlos Jobim.

Acho oportuno comentar novamente sobre a curta carreira artística de Sylvia Telles. Ela nasceu em 27/08/1934, no Rio de Janeiro e foi uma das grandes intérpretes pioneiras da Bossa Nova. 

Segundo matéria publicada em “O Globo” e assinada por João Máximo: "Sylvinha foi uma das melhores intérpretes da moderna música brasileira, que estendia em canções com o cantor Dick Farney até as canções que Tom e Vinícius fizeram depois de Orfeu da Conceição".

Em 1954, Billy Blanco, amigo da família, notou o talento de Sylvinha e apresentou-a a amigos músicos. Nas reuniões que eles organizavam, ela conheceu os grandes nomes do rádio da época, obtendo ajuda, no inicio de carreira, para se apresentar em boates e assim seguir a sua carreira profissional. Nessa época, conheceu seu primeiro namorado, o cantor e violonista João Gilberto, amigo de seu irmão.

Em 1958, em reuniões no apartamento de Nara Leão, começou a ter contato com os músicos Ronaldo Boscoli, Carlos Lyra, Roberto Menescal, entre outros. Foi no show "Carlos Lyra, Sylvia Telles e os seus Bossa nova", que a expressão "Bossa Nova" foi divulgada pela primeira vez.
  
Sylvia Telles chegou a fazer turnês em outros países, tais como Estados Unidos, Suíça, França e Alemanha.  Em 1963, casou-se com o produtor musical Aloysio de Oliveira, separando-se no ano seguinte. 

Precocemente, aos 32 anos de idade, Sylvia Telles morreu em um acidente de automóvel na rodovia Amaral Peixoto, na cidade de Maricá, Rio de Janeiro, em companhia de seu namorado.

A maioria de seus discos está fora de catálogo, dificultando o seu conhecimento pelas gerações recentes. A seleção do repertório do álbum da postagem é composto das seguintes faixas:

1. Samba torto; 
2. All the way – The boy next door – They can’t take that away from me; 
3. Corcovado; 
4. Tetê; 
5. Se é tarde me perdoa; 
6. Chora tua tristeza; 
7. Dindi; 
8. Oba-la-la; 
9. Samba de uma nota só; 
10. Gardez moi pour toujours (por causa de você); 
11. Não gosto mais de mim.





Capa (Front Cover) - Edição Brasil Lp 1960 - Edição Cd 1996




 Contracapa (Back Cover) - Edição Brasil Lp 1960





 Contracapa (Back Cover) - Edição Brasil Cd 1996





Selo (Label) - Edição Brasil Lp 1960




 Selo (Label) - Edição Brasil Cd 1996



Links:







Nenhum comentário:

Postar um comentário