2014

2014

sábado, 15 de novembro de 2014

BILLY VAUGHN - MELODIES OF LOVE - 1976

Conforme nossa premissa, nesta postagem, resgatamos mais um álbum da Orquestra de Billy Vaughn, intitulado "Melodies of Love". Esse disco foi lançado no Brasil, em 1976, pela gravadora RGE, com o selo (label) Premier. 

Como já é caraterístico, o álbum apresenta sucessos populares em bela e suaves versões que predominam solos de saxofone. É muito agradável ouví-lo, como música de fundo relaxante. 
Caso você aprecie, veja também outras Postagens Anteriores do blog LaPlayamusic.

O disco é composta pela seleção das seguintes canções:

1. Solitaire;
2. Simple life;
3. Sail the summer winds;
4. Take me home, country roads;
5. Yesterday once more;
6. Another somebody done somebody wrong song;
7. The hustle;
8. Sunshine on my shoulders;
9. We may never love like this again (Tema do filme "O inferno na Torre");
10. My melody of love;
11. Have you never been mellow;
12. Only yesterday.













Links:







CONHEÇA O NOSSO NOVO BLOG: http://laplayabeatles.blogspot.com.br

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

RICHARD CLAYDERMAN - MY BRAZILIAN COLLECTION II - 1994

O pianista francês Richard Clayderman, cujo nome é Philippe Pagès, nasceu em Paris, no dia 28 de Dezembro de 1953. Ele é detentor de um cartel de 65 milhões de discos vendidos, realizando entre 150 e 200 concertos por ano, tocando piano em todas as partes do planeta, inclusive no Brasil. Se apresentou no Kremlin, em Moscou, em plena Guerra Fria.

Em 1987, durante um concerto no Waldorf Astoria, em Nova York, a então primeira-dama americana Nancy Reagan o anunciou como "O Príncipe do Romance".
Nessa oportunidade, Richard Clayderman afirmou: “Eu me alegro de ter um público e poder fazer concertos pelo mundo todo, é o que realmente me importa."

sse fã da fusão de Pat Metheny, Herbie Hancock,bChick Corea, é filho de um professor de piano. Ele foi iniciado muito cedo nas artes do piano, e com a idade de seis anos podia ler as músicas com muita facilidade e precisão.

Aos doze anos entrou para um Conservatório de música, e aos dezesseis ganhou seu primeiro prêmio. Após deixar o conservatório, Richard Clayderman juntamente com alguns amigos formou um grupo de rock, mas sua vida mudou drasticamente em 1976, quando o produtor francês Olivier Toussaint compôs uma balada em homenagem à sua filha recém nascida, Adeline, e o contratou para executar sua obra e gravá-la em LP. A partir dessa oportunidade sua carreira estourou em todo o mundo.

Richard se apresentou no Brasil em 1999, 2008 e novamente em 2014. Em seus concertos estão presentes canções como For love, Letter to my mother, Dolannes melody e o seu megassucesso Ballade pour Adeline.

Em 2002, acompanhado por um conjunto de nove músicos, o pianista tocou alguns números de música brasileira, como Samba de uma Nota Só. Richard apresentou-se em Curitiba - PR no dia 30 de outubro de 2014 no Teatro Positivo acompanhado de quatro violinistas, dois violoncelistas e música eletrônica. Realizou uma homenagem ao conjunto musical Abba.

Fonte: Wikipedia, Outubro/2014

Nesta postagem, resgatamos o segundo álbum tributo a música brasileira denominado “My Brazilian collection II”, que foi lançado no Brasil, em formato Long Playing – LP, no ano de 1994, pela gravadora Sony Music, com o selo (label) Columbia. Vale a pena ouvir os arranjos para piano de clássicos da música brasileira, a seguir listados:

1. Outra vez;
2. Eu sei que vou te amar;
3. A noite de meu bem;
4. Detalhes;
5. Carolina;
6. Como uma onda;
7. Começaria tudo outra vez;
8. Disparada;
9. Começar de novo;
10. Universo do teu corpo;
11. Matriz ou filial;
12. Casa no campo.



















Links:



sábado, 8 de novembro de 2014

PINTURA FRESCA - CHEWY, CHEWY e ELEONORE - 1969

Pintura Fresca foi uma banda argentina, da cidade Buenos Aires, muito popular na década de 1970, cuja atividade mais expressiva ocorreu no período de 1968 a 1973. Tocavam e interpretavam o pop/rock inglês comercial da época, tanto temas estrangeiros como temas traduzidos para o inglês do beat argentino.

O grupo surgiu em 1968, tendo em sua formação original, os principais integrantes Pelayo Andrés "Bocho" Díaz Mórtola como vocalista e Andrés Guayta, na batería.

Alguns dos membros da banda surgiram após a dissolução do anterior grupo The Bestias Peludas, ao que se somou a incorporação do empresário Pity Iñurrigarro. Os outros músicos que pertenceram à banda foram, Alberto Antonucci, Juan Gamalero, Aquiles Roggero e Carlos Maurizio.

Os Pintura Fresca firmaram então contrato com a editora Disk Jockey. Ainda no final dos anos 1960 editaram o seu primeiro single “Chewy Chewy” (e “Eleonore” no lado B), tema que foi um grande êxito no Verão de 1968.

Lançaram o seu primeiro LP em 1970, com música sem grandes pretensões mas ótima para ser dançada. Participaram num filme de 1969, chamado “El Extraño del Pelo Largo” e tocaram em reconhecidos programas musicais da época como, o “Alta Tensión”.

O grupo caracterizou-se por fazer “covers” de vários grandes sucessos internacionais. Cantavam normalmente em inglês (moda na época). O álbum contém, no entanto, versões em inglês de temas originalmente cantados em castelhano como Tiritando, El Extraño del Pelo Largo (traduzido como The Extranger with Long Long Hair) e Otra Vez En La Vía, de Los Náufragos (Saturday).

O grupo terminou abruptamente em 15 de setembro de 1973, em Coronda, na sequência de um grave acidente de automóvel onde faleceram três dos seus integrantes, Manolo, Andrés e Osvaldo. Salvaram-se «Bocho» e «Aquiles».


Fontes: wikipedia, 2014 e http://musicasdosanos60.blogspot.com.br/

Nesta postagem, apresentamos o disco em formato compacto simples, lançado no Brasil em 1969, pela gravadora RGE/Fermata, contendo as músicas:

Lado A:
1. Chewy, Chewy;

Lado B:
2. Eleonore
























Links:






CONHEÇA NOSSO NOVO BLOG: http://laplayabeatles.blogspot..com.br

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

THE G/9 GROUP - BRASIL NOW - 1968 (REPOST)

A pedido, repostamos o álbum "Brasil Now", do grupo brasileiro The G/9 Group, lançado pela gravadora CBS, em 1968, que foi apresentado no blog em 15/maio/2012.

Acesse nossa postagem original e aprecie esse raro álbum com os novos Links disponíveis.




















segunda-feira, 3 de novembro de 2014

OS PUMAS - SUPER SELEÇÃO MEDALHA DE OURO - 1976 (ROUPA NOVA)

Recentemente eu li o livro "Tudo de Novo", de Vanessa Oliveira, que apresenta a biografia oficial da banda Roupa Nova. Em um dos capítulos, que mencionava a trajetória inicial do grupo, ainda quando se chamavam "Os Famks" e tocavam em bailes, me deparei com uma informação que desconhecia. 

Segundo essa obra, além de gravarem sucessos populares como "Os Motokas" eles também faziam jingles e gravaram alguns álbuns com o pseudônimo "Os Pumas". A partir disso, fui descobrir que tinha em mãos um desses discos.

O disco "Super Seleção Medalha de Ouro" não tinha grandes pretensões musicais, se restringindo a apenas ser meramente comercial, Sua seleção era uma extensão do que eles realizavam nos bailes. Vale pela raridade e pelo seu valor histórico aos fãs da banda.

O álbum foi lançado no Brasil em 1976, pela desconhecida gravadora Padrão e contém as seguintes canções:

1. Have your ever seen the rain;
2. Raindrops keep fallin on my head;
3. The locomotion;
4. Everything I own;
5. Venus;
6. Close to you;
7. Without you;
8. Candida;
9. Alone again;
10. Soley, soley;
11. Puppy love;
12. In the summertime;
13. Song sung blue;
14. Mother and child reunion;
15. Ben;
16. Another day;
17. Too young;
18. Arizona.















Links:





domingo, 2 de novembro de 2014

ORQUESTRA ROMÂNTICA BRASILEIRA - APRESENTA 20 SUCESSOS DE ROBERTO CARLOS - 2001

Nesta postagem, apresentamos mais um daqueles álbuns realizados com pseudônimos. Desta vez, trata-se da Orquestra Romântica Brasileira, com o título "Apresenta 20 Sucessos de Roberto Carlos", que nada mais é do que um disco com arranjos e interpretação de Ed Lincoln, com produção de Talmo Scaranari, relançado em 2001, no formato CD, pela gravadora Movieplay Brasil, 

Releituras das canções de Roberto Carlos sempre foram atrativas para o público em geral, que é fã desse cantor e compositor. O disco demonstra uma qualidade das interpretações, porém em minha opinião, peca pelo excesso de instrumentos eletrônicos.

A seleção é composta por 20 canções extraídas da carreira de cantor de Roberto Carlos, sendo de compositores diversos  e também do próprio Roberto Carlos. A seguir a lista das músicas:

1. Como vai você;
2. Outra vez;
3. Falando sério;
4. Esqueça (forget him);
5. Como dois e dois;
6. Eu daria a minha vida;
7. Escreva uma carta meu amor;
8. Nossa canção;
9; Custe o que custar;
10. Meu pequeno Cachoeiro;
11. Um jeito estúpido de te amar;
12. Força estranha;
13. Canzone per te;
14. Todos os meus rumos;
15. Eu te amo (And I love her);
16. Cartas de amor (Love letters);
17. Olhando as estrelas (Look for a star);
18. A namorada;
19. Eu e ela;
20. É papo firme.









Links:






domingo, 26 de outubro de 2014

BILLY VAUGHN SUA ORQUESTRA E CORO - DISCO DE OURO - 1971

Neste final de semana, digitalizei e editei mais um álbum da Orquestra de Billy Vaughn, intitulado "Disco de Ouros, que foi lançado no Brasil em 1971, pela gravadora RGE-Fermata, com o selo (label) Premier.

Esse foi uma daquelas coletâneas, que adquiri na época, pois o dinheiro era curto para comprar todos os álbuns lançado, me restringindo as coletâneas. Portanto, esse é um daqueles álbuns que tenho consideração, mais pelo que representa, do que pela qualidade sonora e gráfica. 

A seleção musical mostra exatamente os sucessos da época, relidos para orquestra e coro. Vale a pena ouvir e conhecer. As canções que compõem o disco são as seguintes:

1. Theme from Love Story;
2. Airport love theme;
3. Cracklin' Rosie;
4. Midnight comboy;
5. Yester-me, yester-you, yester-day;
6. Raindrops keep falling on my head;
7. Close to you;
8. Come saturday morning;
9. Evil ways;
10. Oh Happy day;
11. Holly holy;
12. Joanne.

Veja também as Postagens Anteriores da Orquestra de Billy Vaughn, no blog LaPlayaMusic













Links:



sexta-feira, 24 de outubro de 2014

THE LOUNGE LEGENDS PLAY SIMON AND GARFUNKEL - 2014

Nesta postagem, eu resgato uma excelente compilação com orquestras, selecionada pelo antigo blog Lounge Legends, que se dedicava exclusivamente a resgatar material orquestral (easy listening). Essa seleção que apresentamos se dedica a um tributo a uma das duplas mais sensacionais que já ouvi, Simon And Garfunkel. Sou suspeito em elogiar, pois sou fã de carteirinha.

Eu não podia deixar de repostar esse trabalho, que ficou muito bom. Como gosto de passar para o formato Cd, em alguns casos, aproveitei para elaborar a capa traseira (back), com os títulos das músicas.Parabéns ao(s) seu(s) idealizadores. A seleção é composta das seguintes canções:

01 - Ray Conniff - My Little Town (03:22)
02 - Hugo Montenegro - A Hazy Shade of Winter (03:14)
03 - Andre Kostelanetz - Kodachrome (03:22)
04 - Arthur Fiedler & the Boston Po - The Dangling Conversation (03:24)
05 - Carlo Monteverdi & his Orchest - At The Zoo (02:56)
06 - Raymond Lefèvre - Bridge Over Troubled Water (03:13)
07 - Anthony Ventura And His Orches - I Am A Rock (03:33)
08 - The Anita Kerr Singers - Bright Eyes (04:07)
09 - 101 Strings - Trav'lin' Again (02:35)
10 - Günter Kallmann - Feeling Groovy (03:07)
11 - Ray Conniff singers - Loves me Like A Rock (02:31)
12 - Anthony Ventura And His Orches - Still Crazy After All These Ye (03:53)
13 - Marek & Vacek & Orchester Hans - Cecilia (03:25)
14 - Ray Conniff - Fifty Ways to Leave Your Lover (03:20)
15 - Terry Baxter - The Boxer (02:55)
16 - Günter Noris - El Condor Pasa (02:57)
17 - Franck Chacksfield - Homeward Bound (02:22)
18 - James Last - Scarborough Fair (03:26)
19 - Paul Mauriat - Sound of silence (03:04)
20 - Ronnie Aldrich - Mrs Robinson (03:34)
21 - The Anita Kerr Singers - We 've got A Groovy Thing (02:50)



Veja também OUTROS TRIBUTOS à Simon and Garfunkel, postado no blog LaPlayaMusic







 Links:





quarta-feira, 22 de outubro de 2014

LOUNGE BRASIL - CANTORAS - 2002

Neste mês, o blog deu uma parada, em virtude da falta de tempo. O trabalho tem me consumido muito. Entretanto, quando me desloco de um lugar para outro, sempre que possível tenho alguma coisa para ouvir e minimizar os transtornos do trânsito. 

Um desses materiais que eu estava ouvindo, tratava-se de uma compilação de Charles Gavin, o ex baterista do grupo brasileiro, "Os Titãs" e que na TV a cabo tem o excelente programa "O Som do Vinil". Era o álbum intitulado "Lounge Brasil - Cantoras", lançado em 2002, pela gravadora Natasha. 

O que me chamou a atenção foi que o disco era composto por canções do período de 1959 a 1971, cantadas exclusivamente por cantoras, tais como Maysa, Sylvia Telles, Norma Benguel, Dóris Monteiro, Hebe Camargo e Wanda de Sá, sendo algumas em inglês e não tão conhecidas do público geral. Veja a seleção das canções abaixo:

1. C'est si bon - Norma Benguel (1959)
2. But not for me - Sylvia Telles (1964)
3. I love Paris - Maysa (1961)
4. You betther go now - Norma Benguel (1959)
5. Receita para esquecer - Dóris Monteiro (1963)
6. Já sei quem sou - Hebe Camargo (1964)
7. Tristeza de nós dois - Dóris Monteiro (1963)
8. Pom ion pom pom - Hebe Camargo (1963)
9. Get out of town - Maysa (s/data)
10. All the way / The boy next door / They can't take that away from me - Sylvia Telles (1960)
11. Vivo sonhando - Wanda Sá (1964)
12. Um pequeno nada - Hebe Camargo (1964)
13. Inútil paisagem - Wanda Sá (1964)
14. Gardez moi pour toujours_Por causa de você - Sylvia Telles (1960)
15. Light my fire - Maysa (1969)
16. De noite na cama - Dóris Monteiro (1971)













Links:



sábado, 11 de outubro de 2014

GILBERT - PELA PRIMEIRA VEZ - 1971

O cantor, ator e radialista egípcio Gilbert Abraham Stein, nasceu no Cairo, no dia 20 de dezembro de 1947, tendo se radicado no Brasil. Ele é filho de um jornalista austríaco e de uma síria.

Quando tinha 10 anos, sua família deixou o Egito e foi para Marselha de navio, e de trem para Paris , na França. Veio morar definitivamente no Brasil em 1964, onde estudou violão com Paulinho Nogueira, passando a se interessar por  jaza e bossa nova.

Sua carreira começa em 1971, pelo cinema, cantando o tema do filme “Emmanuelle”. Em meados dos anos 1970, fez sucesso com a canção Sans Amour, tema da primeira versão da telenovela brasileira "A Viagem".

Participou do I Festival Internacional da Canção e venceu o Festival de Parque Del Plata, Uruguai, com a música Perdona me. Nas décadas de 1970 a 1980, fez sucesso comercial pelas gravadoras RGE e Beverly Discos que pertencia a gravadora Copacabana, cantando músicas francesas e de sua autoria.

Em 2002, gravou a música de abertura da novela “Esperança, da Rede Globo de Televisão, que foi também seu primeiro trabalho como ator na televisão brasileira. Na trama, fez o papel do judeu Ezequiel, pai da personagem interpretada por Ana Paula Arósio.

Mantém um programa sobre música francesa na Rádio Scalla FM, da qual é diretor.

Fonte: Wikipedia, nov. 2014

Nesta postagem, resgatamos um compacto simples lançado em 1971, pela Beverly Discos, do início da carreira do cantor Gilbert. Futuramente pretendo resgatar uma compilação dos seus maiores sucessos.

O compacto contém as seguintes canções:

Lado A:
1- Pela primeira vez

Lado B:
2- Tudo mudou 























Gilbert na Rádio Scalla FM
Links:





sexta-feira, 10 de outubro de 2014

BILLY VAUGHN - INSTRUMENTAIS DE OURO Nº 2 - 1961

Conforme nossa proposta de divulgação de álbuns de orquestras lançados no Brasil, resgatamos o álbum da Orquestra de Billy Vaughn, intitulado "Instrumentais de Ouro Nº 2", lançado em 1961, pela gravadora RGE, contendo as seguintes canções clássicas:

1. Theme from A Summer Place (Version 1);
2. Tammy;
3. Sayonara;
4. True love;
5. The Three penny opera - Moritat (Version 1);
6. High noon;
7. The Terry theme from Limelight;
8. Some enchanted evening;
9. Que será, será;
10. Moonglow and theme from Picnic;
11. All the way;
12. Tracy's theme.

VEJA TAMBÉM AS POSTAGENS ANTERIORES DE BILLY VAUGHN













Links: